26 de novembro de 2008

Desventuras em série: o melhor e pior filme de Jim Carrey


        Como assim melhor e pior filme de Carrey? Simples: É o filme que a caracterização e interpretação de Carrey estão melhores, mas para quem leu o livro, o filme é desanimador, sem falar que Carrey rouba todas as cenas do filme.

        Mas voltando para o filme. A ótima interpretação de Carrey como o Conde Olaf ficou perfeita para o personagem. As crianças lembram seus personagens, mas Klaus é irreconhecível (já que ele usa óculos e é menor que Violet e um pouco mais gordo). As interpretações dos primeiros tutores são excelentes, principalmente a ótima e bela Merly Streep como a tia Josephine.

        A maquiagem para fazer Olaf, o figurino, um roteiro mediano (mais bom do que para ruim), a bela interpretação de Merly Streep e de Carrey faz desse filme um filme bom, engraçado e com tragédia, praticamente um Sweeney Todd, só que sem as músicas. As cenas com desgraças como a cena do trem e a cena da casa da tia Josephine ficaram espetaculares. Desventuras em série é um bom filme para quem não leu o livro, mas pra quem leu é um pouco decepcionante.

2 comentários:

Luciano Carneiro disse...

Eu adoro. Adorei como o diretor abordou os temas do livro, bem no estilo Tim Burton. Jim Carrey ta bem engraçado, mas o filme não é só ele. Tem muita coisa bacana aí...

Mirella disse...

concordo com o Luciano em tudo,esse filme só vendo msmo pra saber como eh bom