6 de novembro de 2008

R.E.N.T- Os boêmios é o musical mais revolucionário possível



"Rent" é um dos melhores musicais que já existiu. Embora Columbus não tenha se empenhado a fazer esse trabalho como fez nos primeiros "Harry Potter", a história e as canções salvam o filme. E os atores? Provavelmente apenas as atrizes que fazem o papel de Mimi e Joane "salvam" a lógica da história, porque os personagens são pessoas mais novas. O ator que faz o personagem Mark (que fez muito bem o personagem no filme e na Broadway) não deveria estar no filme, além de Idina Menzel, Adam Pascal, entre outros, pelo fato de estarem "velhos" de mais para esses papéis, já que na primeira vez que fizeram essa peça na Broadway, os atores deveriam ter por volta de 25- 28 anos, e hoje têm por volta dos 40. Desde que ouvi a música "Seasons of Love" me perguntava: "quem escreveu essa música ?", isso com 8 anos de idade. Em 2005 descobri de onde vinha a música, do filme "Rent", que descobri que é na verdade um dos musicais mais famosos da Broadway. No Brasil e no mundo, o filme foi um fracasso (bilheteria). Ficou praticamente apenas uma semana no Brasil.

Ao alugar eu vi um musical com canções e histórias originais e extraordinárias. Provavelmente a única parte que estraga o filme é a performance da Maureen (Idina Menzel), porque na Broadway essa performance é um jeito de interagir com o público, algo que no filme vira uma pallaçada. O compositor, Jonathan Larson, descreveu muito bem a convivência de pessoas com AIDS e HIV positivo e tenho muita pena do fato dele não ter visto sua obra (morreu antes da pré- estréia). A história sobre pessoas com HIV e AIDS, as "danças", as músicas maravilhosas, fazem de RENT um dos melhores musicais, ou até o melhor, musical já feitos

OBS: Estão falando que a peça Wicked vai virar filme e que Indina Menzel gostaria de fazer o filme. Espero que isso não aconteça para que não aconteça a mesma coisa que aconteceu com RENT (atores da peça original da broadway, que não são muito famosos e um diretor que não se empenha).

OBS 2: A peça saiu da Broadway. Há apenas um Tour Nacional no EUA. Mas e peça também tem em vários lugares, como Japão, Argentina e Portugal e já teve no Brasil.

8 comentários:

Luciano Carneiro disse...

Eu adoro RENT. Não acho a direção ruim e acho que os atores tem uma ótima química entre si, o que é muito importante. Além das canções, muito boas, e do clima da década de 80. Perfeito, assim como o ótimo Hair.

mirella disse...

Rent eh o melhor musical ki existe
confesso ki naum foi na primeira vez ki vi ki eu gostei mais dizem ki precisa ver mais uma vez pra se apaixonar entaum eu me apaixonei na segunda e nunk mais kis largar
tenho dois filmes favoritos e um deles eh rent e realmente a direçaum naum eh ruim pq esse msmo diretor eh diretor de outro filme perfeito

mirella disse...

voltei aki pq eu tinha comentado antes com base no comentario do luciano mas é o seguinte defendendo de novo a direção foi boa sim mas talvez ele tivesse pensado que botando os atores antigos de logo do começo da peça o filme ia ficar bom mas realmente Adam Pascal é muito velho para o personagem até a propria Rosario dawson não tem cara de 19 anos

Mirella Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tomatekun disse...

você só pode estar louco falando assim da idina menzel o.o

Felipe Guimarães disse...

Tomatekun, a Idina poderia estar no filme, mas desde que colocassem uma atriz como Elphaba no período da faculdade e depois a Idina quando a Elphaba retorna. Aí poderia ser...

Liana disse...

Já vi o ao vivo na Broadway, já ví diversos videos avulsos da peça antigamente e claro, o filme muitas vezes, e não concordo de forma alguma que é uma má direção do Chris Columbus.
É uma adaptação trabalhosa e "longe" que precisa ser feita para um apeça de teatro virar um filme comercial.

Inclusive acho que o Chris teve boas resoluções também, ao tranformar certas músicas do espetáculo, em diálogos normais no filme.
Acertou o tom dos personagens certinho, porque ele se entregou àquela história.
Inclusive, não acho que a idade das personagens tenha sido um pono contra. Acho que a química e o quanto eles estão perfeitamente estabelecidos (por fazer a peça ha tanto tempo) compensam essa bobagem que, repare, é apenas visual e estética. Compensa completamente.

Acho que um dos destaques foi a Tracie Thoms no papel da Joanne, ela é excelente cantora, com uma voz forte, a mais forte alí.
E uma atuação que faz você sentir mesmo a agonia da Joanne...rs

Liana disse...

* uma peça de teatro.