20 de dezembro de 2008

Tomb Raider- quem disse que videogame não ensina e diverte ao mesmo tempo?


           Acabei o jogo Tomb Raider: Underworld, da franquia Tomb Raider, uma das maiores franquias de videogame com a protagonista Lara Croft, uma das personagens mais famosas de videogame.
           No jogo anterior, Tomb Raider: Legend, a história fala sobre o desaparecimento da mãe da personagem e ainda da famosa história de Avalon e do Rei Arthur. Para chegar a Avalon, você tinha que passar por vários lugares para no final, você chegar ao portal. No término do jogo, Lara tem que lutar com Amanda, usa inimiga, e o jogo acaba.
          Em Underworld, Lara se envolve com a mitologia nórdica, que é a mitologia dos deuses como Odin e Thor e do famosa Ragnarok (não o jogo, mas o apocalipse da mitologia). Ela visita novos lugares até conseguir todas as armas de Thor e conseguir chegar à Avalon. No final, ela impede e "destrói" o Ragnarok.
          Quem disse que você não pode jogar, passar por obstáculos, matar inimigos, sendo eles do submundo ou não, desvendar quebras-cabeças e aprender um pouco sobre histórias famosas e mitologias? Tomb Raider é uma série com criatividade, como por exemplo juntar histórias, diversão e uma personagem muito gata.
     
          OBS: Esse jogo só é aceito em computadores muito potentes, pelo fato do jogo ser muito pesado. Mas você pode jogá-lo também no PS3 e Xbox 360.

Nenhum comentário: