21 de abril de 2009

Louca Obsessão- As várias formas de se amar


        Como acabei dormindo quando meus amigos e eu fizemos nossa "Sessão da Tarde/Noite/Madrugada/Manhã", ou seja, ficamos a noite inteira vendo filme (mas eu acabei dormindo bem nesse filme) o meu grande amigo Luciano me emprestou esse filme. Gente é muito bom! ("muito bom!" né Luciano?)
        A história é assim: Um famoso escritor (James Caan), que acabou de escrever o último livro da sua famosa série "Misery" (eis o nome do filme em inglês) para ser publicado, capota seu carro numa nevasca. Ele é salvo por sua "fã número um" (Kathy Bates). Nisso, ele a deixa ler o último livro da série. Ao descobrir que a personagem principal, Misery, é morta, ela começa a ficar louca, faz o escritor queimar o livro e começar tudo de novo. Nisso o escritor tenta sair da casa de sua fã, embora esteja todo machucado, não consegue andar, não tem telefone e ela ainda o tranca dentro do quarto.
        O ator que faz o escritor (James Caan) é mediano, porque quem realmente rouba todas as cenas do filme e você espera que essa pessoa apareça logo, é a Kathy Bates. Embora tenha visto apenas alguns filmes com ela (Titanic, PS: Eu te amo, Tá todo mundo louco, As confissões de Schmidt, Armações do Amor, ok, eu vi vários filmes com ela), posso dizer que esta é sua melhor atuação, que lhe rendeu o Oscar com mérito. Gente, ela tá muito boa! As cenas que sua personagem começa a ficar paranóica, só tem uma palavra: nossa.
        Acho que muitas pessoas irão estranhar esse título: "As várias formas de amar". Parece até um filme de romance, mas a verdade é que não é. Simplesmente, por ter uma louca obsessão pelo escritor (me desculpe o trocadilho), a personagem de Bates não sabe de que forma o amar, sendo por elogio, atacando, ajudando, torturando, ela simplesmente o ama, e quer o melhor para ele.
        "Louca Obsessão" é um filme imperdível com esta maravilhosa atuação de Kathy Bates. E ainda é um filme baseado no livro do Sthephen King. Não perca.

8 comentários:

FM disse...

Um dos pouquíssimos filmes do Stephen King q eu recomendo.

Realmente é muito bom !!

Impossível ver a cena da marreta sem ficar tenso.. O melhor são as expressões dela... Um Show de interpretação.

E não tem como duvidar da paixão q ela sente.

Luciano Carneiro disse...

Um dos grandes filmes de terror da história e uma das melhores atuações do cinema. Pra mim, contando os filmes baseados na obra do King, só perde pra O Iluminado, e fica acima de outros grandes filmes como Carrie, O Nevoeiro, Um Sonho de Liberdade, etc.

FELIPE G2 disse...

FM: Realmente a cena da marreta é tensa... e eu ri... pra variar... A paixão dela é realmente enlouquecedora...

Luciano: Pra mim esse fica em terceiro lugar. Na frente vem O Iluminado e depois O nevoeiro...

Mirella Santos disse...

eu vi esse fime e fiquei foi com medo dessa louca, o filme deveria se chamar louca obsessiva isso sim a cena que ela quebra o pé do escritor com uma marreta quase que eu sentia a dor que ele sentiu e ela tanto fez que ele tbm ficou biruta

FELIPE G2 disse...

uahauhauha, você ficou com medo? Nossa, fique longe do Exorcista (de noite, é claro) e meninas pequenas e cabeludas (chamado e grito)

Mirella Santos disse...

não eu não tenho medo de filme de terror não, o povo diz que eu tenho mente diabólica pra essas coisas até, eu fiquei foi com medo de conhecer alguém como essa mulher e tipo eu tenho mais medo de vivo do que de morto em relação a filme,os vivos são inpresvisíveis em filmes já garotinhas feito a Samara são fofas até matarem e no fundo todo mundo tem pena dos fantasmas

FELIPE G2 disse...

auhuahauhahua....
Eu também não tenho medo dessas coisa, pelo menos até agora não conheço nenhum filme, desde os meus 10 anos (pq quando eu era pequeno eu tinha medo de alguns filmes) que de medo...
Meus amigos falam que eu tenho um coração de pedra...

Mirella Santos disse...

é eu tbm sou chamada assim as vezes soh pq eu não choro em filme de drama e não tenho medo de filmes de terror isso é um pré-conceito que eles tem de pessoas como nós
fico indganada
(brincadeira eu nem ligo)