17 de maio de 2009

ANJOS E DEMÔNIOS- A volta de Robert


        Bem, para começo de conversa já vou dizendo: gostei de "Anjos e Demônios", porém (eita menino chato!) prefiro meu "Código", mas vou explicar.
        Bem, vamos começar pela história: um grupo antigo chamado de Illuminati, "volta" e sequestra e mata os "preferidos" para o cargo de Papa, já que o antigo morreu. Nisso, Robert, acompanhado de uma nova "Robert Girl", Vittoria, irá descobrir as igrejas e capelas nas quais acontecerão os assassinatos e achar uma antimatéria, capaz de causar uma grande explosão que chegará até o Vaticano e parte de Roma.
        O filme pra mim é dividido em duas partes: a primeira parte é o começo até a cena do primeiro assassinato e, a segunda parte é do primeiro assassinato até o final. A primeira parte é meio parada e só fica "jogando" informações para você sem parar. A segunda parte é a parte que todo mundo comenta, que é a parte agitada do filme que quando realmente existe uma ação, e não apenas pensamentos.
        De atuações boas só vemos mesmo a de Ewan McGregor. A atuação de Ayelet Zurer (Vittoria) é mediana, mas a atuação de que eu não gosto em quase todos os filme que aparece, é a de Tom Hanks. Sou apenas eu que noto que o cara tem pocuas faces? "Cara de suspense", "cara de surpresa", "cara de assustado", "cara de pensamento", todas iguais, nunca muda, lembra muito o Nicolas Cage.
        Bem, o que mais posso falar do filme? Bem, minha irmã me disse que no livro a única opção de Robert e Vittoria de achar a "partícula de Deus", a antimatéria, é devolve-lá em seu lugar original, para que não exploda. Porém, uma opção que o filme acrescenta é de evacuação, ou seja, você sabe que de qualquer jeito as pessoas vão se slavar e perde um suspense que poderia ser aproveitado.
        Agora uma coisa que eu gostei bastante é (não leia, pois isso é um spoiler) foi a morte do Ewan McGregor, morrendo por causa do fogo. Na verdade eu gostei de todas as mortes, porque todas são simples, porém bem planejadas. A cena da morte do fogo, na água, da praça, tudo muito bom.
        Outra coisa que gostei do filme? A cena da explosão. "Nossa, é apenas uma explosão!" você pensa, mas não é. É uma explosão azul, misturada com o vermelho do helicóptero e claro, a possibilidade da morte de um dos personagens (não é essa a cena do parágrafo anteiror). Parece até que vai surgir uma outra dimensão.
        Mas prefiro o "Código Da Vinci". O "Código" tem um "algo a mais" que "Anjos" não possui. Aquela trama com a Igreja Católica, segredos desvendados e aquele suspense foram perdidos nessa nova adaptação. Temos sim uma corrupção, mas não tão forte como era do "Código". Mas entre os vilões de "Código" e "Anjos", eu prefiro o de "Anjos", pelo fato de ser apenas um, que fica óbvio depois de uma certa cena, que é a cena do último atentado. E claro, tem o Ian McKellen, que é um ótimo ator.
         Bem, gostei de "Anjos e Demônios" e recomendo, mas entre as duas obras de Dan Brown eu prefiro meu "Código".

8 comentários:

Luciano Carneiro disse...

Poxa, que spoiler, em? Vai e me coloca assim, de surpresa. Sem querer eu li, peste. Mas enfim, você realmente já viu outro filme com o Tom Hanks que não esses Códigos e Anjos?

Mirella Santos disse...

Poxa o Ewan McGregor morre? E queimado? Um cara tão lindo... que fim trágico, eu li metade do livro depois eu não queria mas ler não dizem que é do meio para o fim que fica bom

FELIPE G2 disse...

Luciano, eu avisei, nem vem. Bem, jpa vi vários filmes do Tom:Quero Ser Grande,Filadélfia, Toy Story (mas esse é apenas a voz), The Wonders - O Sonho Não Acabou,À Espera de um Milagre,Náufrago, Prenda-me Se For Capaz,O Terminal, Matadores de Velhinhas (sua pior atuação),O Expresso Polar (desconta também), então eu posso falar da atuação dele, já que vi a maioria de seus filmes.

Mirella: Morre sim, mas não especifiquei a morte dele. Eu vou começar a ler o livro, falam que é muito melhor...

Marina disse...

estou doida p/ assistir pq simplesmente adorei o livro!!
é mil vezes mais emocionate q o código.
além do mais tem o ewan mcgregor (q possui um grande pedaço do meu coração)em um dos personagens mais interessantes do livro!!

mas me disseram q um dos personagens mais importantes do livro é simplesmente riscado fora do filme, e q a história pela qual ele passa e usada em outro personagem!!!

Marina disse...

esqueci de uma coisa.
felipe da próxima vez q for colocar um spoiler, coloque um aviso grande e colorido e de um espaço antes de contar o spoiler.

do jeito q vc colocou, o aviso tão discreto e tão colado à informação fica quase impossivel ñ ler, pq o olho meio q já registrou a frase inteira antes da pessoa pensar em parar de ler.

FELIPE G2 disse...

Marina, eu quero muito ler o livro, falam que é bem melhor... me desculpe por ter falado do spoiler, colocarei agora em letras maiores...

Johnatan disse...

com certeza eu gostei mais do Codigo Da Vinci..em Anjos e Demonios Ron Howard exagera demais na ação..tenho até pena do Tom Hanks do tanto que ele deve ter cansado fazendo o filme...Ewan McGregor, ou mesmo o carmelengo, pode participar de 24 HORAS...ele parece mais um agente do governo ...porem é o personagem, digamos..mais complexo do longa...mas com certeza ambas as adaptaçoes (como o esperado logico)foram aquém o esperado...e concordo com voce quando disse que Codigo tem um quê a mais que o Anjos não tem...

Blog muito bom!
se quiser visite o meu:

http://www.quadroquadrobranco.blogspot.com/

FELIPE G2 disse...

Johnatan: Ainda bem que você concorda comigo. Toda vez que falo que "Código" é melhor, as pessoas querem jogar pedras em minha pessoa. Você também sentiu a falta do "algo a mais"? Que bom, não sou o único. Nem vou discutir sobre o Tom Hanks, porque não acho ele um bom ator.Assim que possível eu visitarei seu blog, porque estou escrevendo esta mensagem enquanto deveria estar estudando...