9 de junho de 2009

CANDY- Não é tão doce assim


        Nas aulas de Química começamos a estudar drogas (eba! Brincadeira). O trabalho é o seguinte: o grupo deveria estudar sobre uma droga específica, assistir um filme da lista do professor (quem tem um ótimo bom gosto [sarcasmo]) e depois fazer um relatório e uma apresentação sobre o filme e a droga. Meu grupo acabou caindo no grupo da heroína e o filme indicado foi "Candy", um dos últimos filmes do Heath Ledger, o que me deixou empolgado para assistir o filme. Infelizmente me decepcionei e feio.
        A história é a seguinte: Daniel e sua namorada, Candy (pego o título do filme?) começam a se drogar, o que no filme é chamado de "Paraíso". Quando o casal decide passar pela desoxintação eles passam pelo "Purgatório", que seria sofrer que nem loucos por causa da desintoxicação. Quando o casal percebe que não tem mais volta e que eles estão perdidos em trocas eles estão no "Inferno".
        Olha não gostei de momento algum nem do "Paraíso", nem do "Purgatório" e nem do "Inferno", sinceramente, "Candy" decepciona e muito com sua história. Algumas frases são boas, como a frase falada por Casper: "Quando podemos parar não queremos, quando queremos parar não podemos", mas a história em si é fraca.
        As atuações também são sofríveis. A atuação de Heath Ledger nem parece da do famoso "Coringa" que ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante ano passado, está mais para o Heath Ledger que vemos em "Coração de Cavaleiro", com uma atuação extremamente forçada. A atriz que faz a Candy embala na mesma de Ledger, sendo sua atuação forçada. De todas as atuações a que é realmente boa é do Geoffrey Rush (o capitão Barbosa de "Piratas do Caribe"), que faz o papel de um homossexual drogado.
        De todos os filmes que o meu professor passou na sua ótima (sarcasmos novamente) lista, eu vi apenas dois: "Obrigado por Fumar" e agora o "Candy". Entre os dois, "Candy" só não perde pro "Obrigado por Fumar" porque tem uma história, mesmo sendo fraca. Para minha modesta pessoa, "Candy" não é nem um pouco doce.

2 comentários:

Luciano Carneiro disse...

Gostei bastante de Candy, que conta com uma trama bem batida, mas que, pra mim, é salva por um ótimo elenco e por umas cenas muito bonitas.

FELIPE G2 disse...

Esse é o problema Luciano, a trama não é muito boa, e, atores não conseguiram salvar o filme.