28 de julho de 2009

PRESSÁGIO- Nick e o fim do mundo. Novidades?

Oh My God! Chandler Bing!

O pessoal que me conhece sabe muito bem que eu não gosto da atuação de dois atores: Tom Hanks, que tem sempre a mesma cara, porém que está muito bem em Filadélfia, e, o Nicolas Cage. Depois de ler o blog da Lola, comecei a prestar atenção na atuação do infeliz do Cage (na verdade eu só tinha visto um filme com ele na época: A Lenda do Tesouro Perdido) que é a mesma coisa que o Hanks, mas que nunca esteve bom (pelo menos o Hanks está bom num filme). Mas vamos a história, porque a verdade é que Presságio é bem fraquinho e bem porco, ou seja, mal feito. Mas saibam: foram meus pais que alugaram. Eu não me atreveria a alugar tal coisa, ou criatura.


Um menino (obviamente o filho do Nicolas Cage, dã!) pega o desenho de uma menina (mostrada no íncio do filme que é simplesmente maluca) de uma cápsula do tempo de sua escola, cinquenta naos depois. A verdade é que ela não desenhou, mas escreveu um monte de números. Como Cage é PhD, professor de não sei o que, e blá, blá, blá, e blá, ele descobre que os números mostram exatamente as datas e os locais de acontecimentos desastrosos que aconteceram, e, descobre que tem mais dois acontecimentos, sendo assim, ele tenta salvar as pessoas (e o mundo).


Olha, o filme é bem porquinho (olha a gripe!). A edição de som deve ser a pior coisa que tem no filme. Nunca ouvi uma edição de som tão ruim com a do filme. É simplesmente horrível, e, nem as atuaçãoes se livram. Horríveis, horríveis, horríveis, e, dessa vez, pai e filho estão juntos nessa, além dos outros personagens. O que talvez seria bom no filme é a história. A história é bem óbvia, mas o final é diferente e interessante. porém, a questão é: Vale a pena ver o filme apenas pelo final? Para a minha pessoa a resposta é não. O melhor é ver um spoiler na internet, porque Presságio não vale nada.

4 comentários:

Mirella Machado disse...

Da última vez que meu irmão foi em São Paulo ele viu esse filme e quando chegou passou uma semana falando nele... resumindo achei que fosse bom, mas depois de ler vou pensar melhor em ver o filme

FELIPE G2 disse...

Pense bem, MUITO bem...

Fernando disse...

O incentivo para eu ver esse filme foi a atriz Rose Byrne - que arrasa no seriado Damages, mas que deixou a desejar em Presságio - pois não gosto do Nicolas Cage nem seus trabalhos (que assisti). O filme é ruim do começo ao fim e a história é besta demais. Estava outro dia na fila do cinema e tinha um casal de namorados escolhendo o filme, eles cogitaram Presságio e eu tive que me intrometer hahaha.

FELIPE G2 disse...

Fernando, você fez um bem para todos...