14 de setembro de 2009

EDWARD: MÃOS DE TESOURA- O filme Burton mais bonito...

Não cai ervilha, por favor!


Eu já falei para vocês, se vocês visitavam o blog desde que o mesmo surgiu: que eu tinha o meu filme predileto do Burton (Os Fantasmas se Divertem), e, falei também sobre o melhor filme dele (Peixe Grande [só de lembrar do filme... ai ai]). Mas eu nunca falei qual o filme dele que eu acho o mais bonito. Esse filme é nada mais nada menos do que o seu clássico (e obra-prima) Edward: Mãos de Tesoura.


Peg é uma revendedora da Avon de uma pacata (hehe) cidade. Num dia difícil, ela decide visitar um castelo sombrio e velho que tem no final de sua rua. Dentro do castelo ela encontra Edward, um jovem que possui mãos-de-tesoura. Peg, como uma pessoa inocente e carinhosa (e ingênua), decide levar Edward para sua casa. Assim que vai para a casa de Peg, Edward se apaixona por sua filha, Kim (Winona Ryder). Mas o que começa sendo algo lindo, acaba se tornando em algo desastroso, acabando com um vida.


Edward é simplesmente magnífico! É um filme que mostra exatamente como nós, seres humanos, podemos ser amáveis e carinhosos, e, ao mesmo tempo estúpidos e vingativos. Minha irmã é a prova de que eu falei direto com a televisão durante o filme. Nem me lembrava de como o filme me trazia tanta angústia e aflição. Sim, tem certos momentos como Edward tentando comer uma ervilha ou socorrer uma pessoa, que é cem por cento aflição na veia. E a cena do colchão? Ao mesmo tempo que é engraçada é deprimente, digna cena de um Burton. Mas a cena que mais me deixou com aflição mesmo, foi a cena de Edward tentando abrir a porta. Gritei, xinguei, torci pra ele conseguir abrir a maldita porta. Ai ai...


Edward parece um conto de fadas, não parece? Para minha pessoa humilde e insignificante, o filme lembra muito A Bela e a Fera e King Kong, só que claro, com algumas mudanças. Afinal, Edward não prende Kim no castelo dele, mas o filme é parecido pela lição que trás: a coisa mais feia pode ser a coisa mais bela e vice-versa. Só que, claro, Edward é mais sangrento e violento (risada maléfica, alguém? Não? Tudo bem: uha uha uha).


As atuações são ótimas! Demais! A Diane West como Peg, nossa! Apenas suspiros e sorrisos caros leitores. A Winona Ryder está maravilhosa como Kim (na verdade, acho que ela é uma atriz com a "cara" do Burton, não?) . Mas sabemos quem que rouba a cena: claro que é o Depp! Certeza (absoluta, hehehe)! Já novinho, aquela criatura já nos mostra que pode ser um bom ator, um dos melhores desta época do cinema. Ai ai.


Como sempre, vemos o estilo preto-e-branco adotado pelo Burton. A cidade é toda colorida (bizaramente, como sempre [dã]) e o castelo e Edward tem cores escuras. Claro que nesse caso, as cores mostram coisas exatamente o oposto de tudo. "Como assim?" vocês me perguntam. "O colorido é tudo o que aparenta ser a coisa mais bonita, mas é na verdade a coisa mais feia e repugnante (o ser humano). A coisa mais escura é na verdade a esperança e o carinho, invés da solidão (Edward)", eu respondo.


Não tenho dúvidas: Edward deve ser o filme mais cult dos anos 90 (e olha que ele abre as portas dos anos 90, praticamente). E não desmereço ninguém. Foi nessa época que "conhecemos" o Burton com a sua famosa parceria com o Depp, além de ver a Winona (ai ai. Winona) no seu segundo trabalho com o Burton. Sem falar que o filme no geral é simplesmente magnífico! A explicação de Kim para explicar para sua neta o por quê de nunca ter nevado antes e o motivo de agora sempre nevar é tocante e poético. Somente Burton para ser...Burton.

2 comentários:

Jardel Nunes disse...

Meu preferido de Tim Burton com toda a certeza... O visual é incrivel e a atuação de Depp é monstruosa, a cena do colchão me faz rir muito...
Cresci olhando esse filme na Sessão da Tarde, marcou muito minha infancia... e quando depois de adulto achei o DVD pra vender numa banca de revista por R$11,90.. haha.. catei na hora!! acho que olhei umas 5 vezes na mesma semana... sessão nostalgia... hehe
Filme fantástico! Uma obra prima!

FELIPE G2 disse...

Jardel, também passei tardes e tarde vendo o filme na Sessão da Tarde. Nossa, vc foi esperto em comprar com esse preço. Agora deve vustar uma fotuna!