23 de setembro de 2009

MEMÓRIAS PÓSTUMAS-Mais um bom filme de época brasileiro

"Ao verme que primeiro roer as frias carnes do meu cadáver, dedico, com saudosas lembranças, estas memórias póstumas"

Muitos aqui devem saber que não gosto de filmes "de época". Claro que me refiro ao conteúdo histórico, e não o cinematográfico, já que eu sou apaixonado pelos filmes de Charles Chaplin. Os filmes de época seriam os filmes que se passam entre 1400 até 1930 (porque depois vem a Segunda Guerra, o que torna os filmes mais interessantes [hehehe, desgraça]). Mas fico surpreso pelo fato dos filmes brasileiros de época serem bons. Um que eu sabia, pois tinha visto em minha humilde escola, foi Carlota Joaquina, o qual adorei e preciso rever. Agora, por causa da prova do livro, assisti a mais um filme de época: Memórias Póstumas.

Após sua morte, em 1969, o defunto de Brás Cubas decide contar sua vida, apresentando para nós os fatos mais "importantes" de sua vida, lembrando de sua infância, pulando a escola (até eu gostaria de pular a escola da minha vida), sua vida acadêmica, mas dentre suas tantas memórias, está o fato dele ser um baita mulherengo, e, tendo seu maior romance com Virgínia, uma mulher casada.

Este filme é bem fiel ao livro (pelo menos aparenta ser pelo que eu li do livro, o filme já é bem fiel), sem dizer que o modo de apresentação do filme é ótimo. Se no livro quem faz toda a apresentação e a narração é o defunto de Brás Cubas, quem faria o mesmo no filme? É lógico que tem que ser o mesmo Brás Cubas e o filme fez isso de forma espetacular com o Reginaldo Farias! Se estivesse mal feito, poderia ter formado algo simplesmente desastroso.

Sem dizer que o filme além de ter todo o romance de do mulherengo Brás, o filme carrega uma ferramenta importante que está presente no livro: o humor negro. Na cena de sexo de Brás Cubas e Virgínia? Enquanto os dois fazem sexo (o Brás Cubas e a Virgína, jovens), o defundo do Brás fica atrás da porta, assobiando, como se nada tivesse acontecido. E as cenas de morte? E o pai dele tossindo? Tanta coisa que se contar mais, simplesmente acaba a graça.


Olha, se você quer dar boas risadas e ainda ver um filme de uma das obras de um dos maiores escritores de nossa literatura, o primeiro passo seria começar com Memórias Póstumas. Eu ri tanto no filme, mas tanto, que até minha irmã, que odeia filmes brasileiros, está com vontade de assistir. Ai ai, como o humor negro e a desgraça da humanidade atraí nós meros mortais...

10 comentários:

≈ Larissa Mignon disse...

A minha professora de literatura vai passar esse filme para que possamos fazer a prova.

FM disse...

Tenho esse filme, mas ainda não vi.

O livro é ótimo. Literalmente um marco na literatura brasileira.

Sou fã de Machado !!

Jardel Nunes disse...

Tenho a mesma impressão sobre o filme e o livro: São ótimos no começo, mas ao chegar mais para o final se tornam meio cansativos... Opinião minha, eu sei que é um dos clássicos da nossa literatura.
Pelo que eu me lembro do filme, ele é muito fiel ao livro, trazendo muitos dialogos iguais...

FM disse...

Tb gosto mais do início.

Mirella Santos disse...

Ah, esse eu nunca li, nem vi o filme, mas já li um resumo do livro pra fazer prova então conta?

Felipe, vc também vai desativar o blog?
com vc já são três que me deixam só nesse mundo virtual[to sendo dramatica]

FELIPE G2 disse...

Larissa, parece que a minha professora também vai (depois de minha pessoa ter implorado para ela)...

FM, assista! Também adoro o Machadinho. Só de pensar que meu bisa foi o melhor amigo dele já me edixa feliz. It was the destiny...
uahuahuhauhauha

Jardel, sério? Nossa, acho o início do livro bem chato (exceto a parte do delírio) e o resto adoro! Os diálogos e os pensamentos dos personagens são ótimos!

FM, não o porquê dessa preferência do início...

Mirella, conta sim! Eu vi o filme pra fazer a prova (hehehe)...

Para todos, já que a Mirella falou, não irei desativar o blog, mas estou com medo que meus pais façam alguma coisa para me proibir de vir para cá! Mas é pra isso que existe a escola, certo pessoal?

FELIPE G2 disse...

E adorei o fato de vocês terem voltado a participar mais do blog! Ele estava tão carente...

Mirella Santos disse...

Sério seu Bisa era migo dele? quer dizer sério mesmo? :0

Se seu blog ta carente o meu ta entregue as baratas, nem eu vou lá, mas eu venho aqui sempre que dá e o FM também ó

FELIPE G2 disse...

Mirella, eu sei que vocês dois sempre aparecem quando da. Sim, meu bisa foi amigo dele. Eu teria cartas do meu bisa com o Machado e a primeira edição autografada do Dom Casmurro, se minha vó não tivesse venndido os mesmos...

Marilia Oliveira disse...

esse filme é um saco!
hauhuahuahahua
EU dormi a maior parte do tempo e acho que o momento que todo mundo prestou atenção foi quando ele praticamente transou com o pé de alface ahuahuahuhauhau