1 de outubro de 2009

MINHAS TRÊS NOIVAS- Meu primeiro filme com o Rei

Se quiser me encontrar, estarei no Acre


Se vocês seguem o blog com a maior felicidade do mundo (e saco par me aguentar), devem saber que a Música da Semana dessa semana foi Heartbreak Hotel do Elvis. Então eu fiquei pensando: "Verdade! Tem um filme dele na locadora!". Então eu vi na prateleira cinco filmes e pensei em pegar o que parecia mais legal e menos idiota (Elvis vestido com roubas árabes baratas e mal feitas= deve ser uma coisa bizarra), então peguei um que deveria ser uma comédia romântica normal, engraçadinha talvez. Mas na verdade, me surpreendi com Minhas Três Noivas.


A história é sobre um cantor dos Estados Unidos, interpretado pelo Elvis (dã, dã e dã) que seduz três mulheres: uma é uma mulher/jovem adulta (é porque ela é jovem pessoal. Nem deve ter 19 anos) que é mimada pelo seu papai. A outra é uma mulher famosa, escritora de vários livros e decidi que o cantor, Elvis, é o melhor homem do mundo de acordo com sua profissão (para vocês terem uma idéia, para ela descobrir isso, ela saiu com um médico, bombeiro, advogado, dentista, esportista, engenheiro, empresário e muitos outros). A última, e a mais cativante, é uma colega da banda do Elvis, que é considerada por todos como "um cara". Vocês acham que já sabem quem ele escolhe? Tenho quase certeza de que você errou caro leitor.


O Elvis está meio morto em seus passos de dança, devo admitir. Sério, ele fora do filme, ou seja, em suas apresentações, se soltava e arrasava! Ele era um John Travolta, vamos assim dizer, para vocês, que não conhecem nada sobre ele entenderem, porque o Travolta é o sujeito mais próximo de "ótimo dançarino famoso de cinema" que temos hoje. Além da atuação que não é boa, não. Ele está com cara de peixe morto (parece uma ex-professora minha, mas tudo bem [brincadeira {ou não{])!


Mas na verdade, o filme é super inteligente! Tem uma das noivas que só por tocar na banda ela é chamada de "cara". Depois que ela mostra que ela realmente é uma mulher (claro, se arrumando e sendo bela, dã), todos ficam babando. Bem feito! Quem mandou? Por isso que um dos motivos de minha pessoa adorar Up e um dos personagens de West Side Story é o fato de ter mulheres que agem como meninos. Confesso, que, quando pequeno, eu (e mais outros meninos) não deixávamos as meninas brincarem de queimada. Aquela coisa idiota de escola de "Você é menina/menino!". Ainda bem que estou concertado, outros pioraram e otros... continuam a mesma coisa.


Com um roteiro inteligente e que pode tirar boas risadas, Minhas Três Noivas é uma comédia romântica bacana (nossa!) de se ver, principalmente pelo seu final quase original. Sem dizer que o filme é quase até musical, pois o Elvis canta várias músicas. O problema é que as mesmas não têm legendas (que lástima tremenda. Pelo menos eu entendia boa parte). Adoro o momento que o cinema pensava numa coisa: ser simples. Como seria um filme de Chaplin hoje? Fica a dúvida. Só espero que ele nunca tenha pensado em fazer um filme como A Proposta (trauma do ano!).

Nenhum comentário: