24 de setembro de 2009

O BRASILEIRO É O QUE SABE DEMAIS E O QUE SABE DE MENOS

O cérebro de muitos brasileiros, inclusive o meu.

Nem preciso dizer que concordo com isso, preciso (vi essa frase acho que na Veja, não me recordo)? Na verdade, acho que todos os estudantes brasileiros devem pensar a mesma coisa (ou será que é apenas minha pessoa, um ser estranho e medonho, que pensa dessa forma)? Bem, pelo menos ouço várias reclamações de meus colegas e amigos (porque vamos concordar: amigos são completamente de colegas, joga na fogueira quem disser que não) que concordam com minha pessoa.


"O brasileiro é o que sabe demais e o que sabe de menos". Qual brasileiro que estuda física, química, matemática, história, ensino religioso (para escolas religiosas), filosofia, geografia, biologia, entre muitos outros? Todos. E para que meu povo? Acho que quando eu estiver fazendo minha faculdade (pretendo fazer faculdade de Direito caro leitores, só para deixar uma curiosidade), acho que nunca cairá uma questão para saber qual a velocidade do movimento de um angioesperma durante uma tempestade química divina. Apenas acho.


Sem ser puxa saco dos americanos e dos britânicos, mas já sendo, acho que o nosso sistema deveria ser parecido com o deles. Vamos dizer assim, até o nono ano (oitava série, nono ano, tanto faz), a pessoa tinha que ver de tudo. Afinal, saber o básico sobre algumas coisas as pessoas deveriam. Falar que o Brasil fica na África ou que existe um Continente Australiano é simplesmente um enfarto e uma ida para o Paraíso. Então, a partir do ensino médio, a pessoa já centralizaria as matérias de sua futura faculdade.


"Então, por que não fazem alguma cosia?". Simples meu caro leitor: você já viu, alguma vez na sua vida, um candidato para prefeito/governador/ tanto faz, pouco me importa saber quem faz isso, fazer alguma coisa para mudar a educação? Sabe porquê não? Porque não dá votos. O que você prefere ouvir: candidato X fez oito hospitais para salvar a vida da população ou candidato Y renovou a educação brasileira? Afinal, saúde pública é mais importante, certo? Errado!


Mas para fazer coisas banais (como mudar "oitava série" para "nono ano", algo que simplesmente mudou completamente minha vida e meu modo de ver), isso "eles" (só queria saber quem são "eles") sabem. Ferrar nós, meros estudante, para o vestibular, isso "eles" sabem fazer também. Ai meu povo estudantil. Estamos ferrados cada vez mais. E agora que teremos que cantar o hino toda semana? Só espero que eu não tenha que ouvir a versão Xuxa do hino. Cristo, não aguento mais ouvir aquela mulher. Ai ai caros leitores, engraçado o Brasil ser uma pátria e só agora tentar criar uma nação (e digo com a maior orgulho: ainda não sei o hino inteiro. A música é muito chata [hehehe]).

13 comentários:

Mirella Santos disse...

Ótimo texto, ao mesmo tempo que é engraçado (muito engraçado) ta abordando um tema sério. Concordo com você deveriamos estudar o que vamos precisar(também quero muuuito fazer direito)e não vejo razão pra estudar química e física, como se na faculdade fossem me levar pra um laboratório e mandar descrever soluções ou coisas do tipo. Odeio física de natureza e acho que estudá-la e me torturar com ela não faz sentido algum pra uma faculdade de direito. Fora que agora ainda querem colocar Filosofia no vestibular (como se já não bastasse nas escolas[se bem que têm mais a ver com direito do que Química e física]), novamente parabéns pelo texto

FM disse...

Mas o que saber o que vc quer?

Antigamente tínhamos um ensino técnico mais forte no Brasil e o ensino de conhecimento gerais(o que hj é o ensino médio) era justamente para quem pretendia fazer uma faculdade.

Tb sempre detestei algumas matérias, mas não me arrependo de ter feito.

Mari disse...

olha entendo seu lado mas concordo com o FM. Francamente eu pra carreira que pretendo seguir (jornalismo) nem de diploma de faculdade preciso mas eu realmente acho muito importante aprender tudo por menos que eu va usar. Sei la eu fico com tanta raiva quando o presidente comete uma gafe por falta de estudo que não posso me dar ao luxo de ser hipocrita e não estudar.
Não sabe todo o hino? ahsuahsauh eu sei desde o jardim de infancia. Na minha escola toda a sexta feira do jardim um até a quarta série a gente cantava o nacional e o hino da bandeira.

Yara Patrícia A. Moreira disse...

Melhorar a Educação - principalmente publica - seria um das formas de acabar com varias ''problemas brasileiros'' Entretanto tá dificil eim!!!
Alguém ai já ouviu falar na Campanha ''NAO REELEJA NINGUÉM''. O unico jeito democrático de moralizar e dar dignidade ao congresso brasileiro(se é que isso seja realmente possivel...). oO

obs: Não me peça pra cantar o hino :x

Leh disse...

Caro amigo Felipe , assim.. na minha opinião vc tah extremamente equivocado, pois afinal achu extremamente importante ter conehcimentos gerais ateh o terceiro ano do ensino médio , fazendo com que as pessoas adiquiram mais conhecimento ateh tal idade. No sistema a americano naum sei se vc sabe mais eh obrigatório fazer as matérias que nós fazemos .. com alguma exceções ( filosofia , sociologia e ensino religioso), caso contrario a pessoa naum se forma ateh conseguir completar todas.
e outra coisa .. a mudança de oitava pra nono naum foi uma coisinha qualquer .. alias eh de extrema importância , porque agora os brasileiros terão um ano a mais de estudo na vida, não no seu caso , mais pra nova geração, fazendo com que esta seja menos ignorante que a nossa.
bom essa eh a minha opinião ;D

Beijos Leh

Leh disse...

tah naum extremamente .. mais equivocado.. alias eu sei cantar o hino naum acho um desperdicio saber .. mais acho desnecessário cantar na escola neh?

Juh Saad disse...

É, eu concordo que o Brasil não faça muita coisa para melhor a educação. A fome zero ou os hospitais públicos sempre estão no primeiro tópico. E a questão de cantar o hino, eu não sei se é desnecessário. Eu nunca soube cantar o hino inteiro, nunca soube pq nunca me foi pedido e eu nunca fui "obrigada" a saber. Enfim, se for falar dos problemas do Brasil...é mais facil mudar de país :D

Fernando disse...

É indiscutível a necessidade da educação para o desenvolvimento de qualquer país, mas saúde é tão importante quanto. Afinal, se esse direito fosse garantido, seria uma preocupação e despesa a menos, não tendo que pagar a mais por um plano de saúde particular além do que já se paga em impostos [supostamente] destinados para esse fim.

FELIPE G2 disse...

Eba! Mais e mais gente participando do blog!

Querem colocar Filosofia no vestibular Mirella? Queria só ver, nem existe livro didático pra Filosofia. Obrigado pelos elogios...

FM e Mari, eu sei que algumas coisas são essenciais para saber, por isso "veriamos" isso no ensino fundamental. Como eu mesmo disse, falar que o Brasil está na África e que existe um Continente Australiano é f**

Yara seja bem-vinda! Olha, se a melhor faculdade do Brasil é pública, acho que a melhor escola também deveria ser pública. Ainda bem que não sou o único que não sabe o hino.

Le. na verdade não existe essa coisa de um "ano a mais", apenas tornaram um oficial (não sei se é o pré ou o maternal), ou seja, eu tive a mesma quantidade de séries que um menino da "nova" geração. Conhecimentos gerais, para minha pessoa, já bastariam facilmente até o ensino fundamental, facinho. Ai o hino. Me lembro muito bem que tínhamos que cantar a versão Xuxa (com os baixinhos, literalmente) e depois o normal. O pior era ouvir a mesma música duas vezes...

Ju, pois é, a melhor saída é sair do páis. Mas, se eu pegar Exército, terei que saber o hino decorado (q m***, pelo menos não é a versão da Xuxa)...

Fernando, na verdade, tudo o que pagamos nos impostos deveriam ser da melhor qualidade: educação, transporte, saúde pública, entre outros. Mas roubar é mais fácil que fazer tudo isso...

Fernando disse...

Além do nosso dinheiro não ser destinado corretamente, nossos parlamentares estão entre os mais caros mundo. Trabalham com conforto e com uma carga horária que deve ser menor que as férias de muito brasileiro.

FELIPE G2 disse...

Por isso que eu quero me tornar fiscal: ganhar uma boa grana, não trabalhar muito e fazer as coisas que eu gosto...

Mirella Santos disse...

vão sim, mas vai ser aos poucos, resultado logo estará em todos

FELIPE G2 disse...

Pelo menos terá uma matéria "base"...