6 de outubro de 2009

MOMENTO CHARLES CHAPLIN


Como é triste um mundo sem Chaplin

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. Daí viver num asilo,até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria.Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara pra faculdade.Você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando....E termina tudo com um ótimo orgasmo!!! Não seria perfeito?"


"Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, e não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso."


Isso meus caros leitores são pensamentos de ninguém nada mais nada menos do que o gênio do cinema mudo, Charles Chapli. Sério, o cara era um gênio até fora das telas. Olha essas frases! "E termina tudo com um ótimo orgasmo!!! Não seria perfeito?". Se o Chaplin estivesse vivo eu poderia responder para ele: "Sim, seria perfeito".

3 comentários:

FM disse...

Adoro as frases do Chaplin. Sempre muito inteligentes.

Contribuindo com o seu post, deixo mais uma: "A vida é maravilhosa se não se tem medo dela."

FELIPE G2 disse...

Essa frase també é ótima FM! Valeu pela contribuição!

rosa maria Fdf disse...

Em sites em inglês o texto "A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina."nunca foi atribuído a Chaplin. Já foi atribuído a vários outros autores, mas o único site confiável em inglês explica que o texto acima é de SEAN MOREY. Seria legal atribuir a verdadeira autoria. Há dúzias de apócrifos na net espalhando essas falsas atribuições a Chaplin.