22 de outubro de 2009

O CRIME DO PADRE AMARO- Mais um filme com mulheres humilhadas

Você é um crime pelo qual eu posso enfrentar... por enquanto


Hoje na minha escola teve sessão de cinema (eba!). Claro que o filme não era do agrado de todos. O filme é baseado na obra de Eça de Queirós e é considerada a maior obra realista portuguesa. E claro, a película também não agradaria a maioria dos meus colegas de classe, que em sua maioria gostam de uma comédia romântica cheia de clichês ou de um filme com explosão desnecessárias. O filme ainda é mexicano (para mais desagrado de alguns), mas para mim é um bom filme. Este filme é O Crime do Padre Amaro.


A história é sobre o padre um recém-ordenado, Amaro, que é mandado para a cidade do México. O padre, embora seja devotado completamente à Igreja, acaba tendo um caso amoroso com Amelita (cuja a mãe está tendo um caso com um outro padre mais velho), uma jovem da cidade. Embora tudo possa parecer um mar de rosas da paixão no ínicio, o caso piora cada vez mais até chegar no clímax e na trisreza.


Na minha modesta opinião o filme é bom. Não é o melhor filme que utilize o espanhol (prefiro Má Educação do Almodóvar ou o meio espanhol meio inglês, Spanglês, o único filme meio sério do Adam Sandler que não seja uma comédia exagerada), mas O Crime do Padre Amaro é bom, mesmo que seu ritmo para alguns possa parecer lento e cansativo. A prova disso? Várias pessoas da minha sala.


Mas como em qualquer outro filme, o Gael García Bernal está excelente, principalmente nos momentos finais. Você não sabe quem é ele? Ele é simplesmente um dos atores mais famosos e competentes da América Latina. Ele fez o tão falado mas razoável Babel e ele fez aquele cara que se torna rei da ala 3 que todos odiamos em Ensaio Sobre a Cegueira, além de ser o amante do diretor em Má Educação.


Acho, apenas acho, que O Crime do Padre Amaro não tem foco no padre em questão, embora ele seja o personagem principal, mas sim nas mulheres. Embora alguns não confiem nas mulheres por elas serem "criaturas" que sangram durante cinco dias e não morrem (South Park), a mulher em Crime é simplesmente abusada e isso ninguém pode negar, nem mesmo um desenho animado que fala palavrão. Uma das mulheres tem algum problema que não é falado qual, acho que estaria perto da paralisia cerebral, não é a tratada de modo diferente. Na verdade, as pessoas batem nela, a tratam mal e a isolam. Simplesmente senti muita pena dela.


E o affair do padre Amaro, Amelita, simplesmente foi chamada de: "puta, vadia, vagabunda, fácil, galinha", entre outras palavras gentis que meus colegas de classe pronunciaram. Mas acho que na verdade, ela está sendo simplesmente normal: jovem que quer ter um amor e fazer sexo (que eu saiba, ninguém até agora jogou pedras na Bella de Crepúsculo por causa disso), enquanto quem é o verdadeiro, vamos dizer assim, "herege" é o padre Amaro, que fez juramentos à Cristo, mas não obedece o mesmo, se deixando levar pelos instintos. Mas quem acaba se ferrando é ninguém menos que a mulher, ou seja, Amelita, que tem o final nada mais nada menos do que destinado.


Se você assistiu Dogville e Ensaio Sobre a Cegueira, que mostram como as mulheres são mal tratadas pela sociedade (embora em Ensaio elas puxam o tapete dos homens), e adoraram, então eu recomendo para você, caro leitor ou leitora, assistir O Crime do padre Amaro. E uma coisa: lembre-se que é baseado na história, pois a histótia do filme se passa em 2002 e a obra foi escrita em 1875 (fica a dica).

8 comentários:

≈Larissa Mignon disse...

vi muita gente falando que a Bella do Crepusculo é vagabunda .-.

Ricardo Martins disse...

Oi Felipe, uma boa dica. Mas Eça de Queiroz... Espero que você não tenha que fazer um trabalho sobre ele!(Na escola é sempre assim, você assisti a um filme literário, ou baseado em algum e lá vem o "querido" professor de português ou história: agora quero um trabalho sobre o Eça e também + isso...e também +...rsss boa sorte)!

Sobre o Bernal, você esqueceu do Diários de Motocicleta!

E como seus amigos, eu gosto também de comédias românticas ou explosões desnecessárias é legal também, só filmes cultuados não dá né?

E concluindo...(espero que você tenha tido paciência de ler), eu gosto de filmes de mulheres maltratadas, mas quem possuam uma força que só elas tem, exemplo Terra Fria, com Charlize Theron (que linda!).

Chega né?
ABRAÇO

Jardel Nunes disse...

Gostei do filme, mas achei o ritmo um pouco lento... parece que o filme tem 3 horas hehe...
E, pra mim o padre saiu como o bonzinho da história e a mulher que foi culpada, e parece que o livro dá uma visão diferente sobre isso...
E o Gael Garcia é muito bom... Como o Ricardo falou ali, vc esqueceu do Diários de Motocicleta... e outro filme que ele está muito bem é O Passado, do diretor Hector Babenco... vale a pena conferir.

www.topangablog.blogspot.com

FELIPE G2 disse...

Larissa, não é que a Bella é vagabunda. Ela simplesmente quer, descuple o modo o qual eu vou dizer, dar pro namorado. Se for assim, várias namoradas deste mundo são vagabundas...

Ricardo, o pior é que vai ter um trabalho sobre o filme. Mas provavelmente será uma coisa curta (graças à Deus).
Eu nunca vi Diários de Motocicleta e nunca tive muita vontade de ver. Sempre vi na locadora, mas a capa não me interessava.
Eu gosto de uma comédia romântica, quando a mesma é boa (já viu Alguém Tem que Ceder? É uma comédia romântica, mas é inteligente e por isso que eu gosto. Tem também Simplesmente Amor, outra comédia romântica muito boa). E explosões eu gosto quando elas tem algum motivo. por exemplo Star Wars e Star Trek, que tem ótimos efeitos e adoro as explosões. Mas Transformers e A Proposta não é para minha pessoa...).
Já assistiu Thelma & Louise? É ótimo! Recomendo! Filme sobre duas mulheres hipermasterblaster fortes!

Jardel, pois é realmente parece que o filme tem 3 horas, mas para quem já viu os 10 mandamentos e 2001 uma odisséia no espaçao, O Padre Amaro é fichinha.

Ricardo Martins disse...

Oi Felipe ótimas dicas hein!
Mas essas que você comentou ainda não vi! Star Wars e Star Trek é ótimo! Sabia que Star Trek (o novo filme) é dirigido pelo J.J. Abrams um dos criadores de LOST e Trilha Sonoro composta por Michael Giacchino (Também de LOST)? Falei isso só porque você não gosta de LOST, não sei como!rss
E Transformers adoro demais, sai do cinema esse ano com uma dor de cabeça de tanta barulheira, mas sabe foi minha dor de cabeça que mais valeu a pena!!!
E Thelma e Louise está anotado assistirei sem dúvida ok, depois de hipermasterblaster, não perco por nada!

ABRAÇÂO

FELIPE G2 disse...

Ricardo, assista porque são comédias românticas inteligentes! Eu sei que foi o J.J que dirigiu o Star Trek e ele também fez Cloverfield, eu eu gosto muito (faz tempo que não vejo). Então agora que você anotou, sublinha várias vezes Thelma & Louise!

Luciano Carneiro disse...

Eu gostei do filme até, mas não muuuito. E o Gael García Bernal, na minha opinião, é o melhor ator de sua geração. O cara nem chegou aos 40 anos (ta meio longe) e já participou de no mínimo 5 grandes filmes. Uma carreira invejável. Poucos tem a coragem de aceitar os papéis que ele aceita (vide Má Educação e E Sua Mãe Também). Sou seu fã.

FELIPE G2 disse...

Realmente Luci, ele encara muitos papéis osso, principalmente em Má Educação.