24 de outubro de 2009

THE VAMPIRE DIARIES- Uma série sobre vampiros. Sim pessoal, este assunto de novo

Somos o casal ideal para esses adolescente. Não somos?



Como disse e prometi para Mirella: vamos falar de séries. E todos sabemos uma coisa que não é novidade: que os vampiros voltaram à moda, graças à Sthephenie Meyer e seu grande sucesso da Saga Crepúsculo. E, como alguns de vocês devem saber, lançou essa semana, se não me engano, uma nova série na Warner chamada The Vampire Diaries (claro né pessoal: se a HBO está fazendo sucesso com True Blood, nada mais do que justo da Warner ter uma série sobre vampiros também, já que é o canal mais assistido que possue em sua maoiria séries).


A história é sobre Elena, Stefan e Damon. Elena é uma jovem como nós caros leitores, que vive nos dias de hoje. Stefan é um vampiro, assim como seu irmão Damon. Ambos têm personalidades diferentes: enquanto Stefan quer ser o "vegetariano" que não se alimenta de humanos, Damon faz um prato cheio com as pessoas da cidade de Mystic Falls. E ambos os morceginhos estão voltados apenas para uma pessoa: Elena.


"Crepúsculo!", alguém já deve estar querendo pular na tela do computador para dizer essas palavras e ainda soletrar em minha cabeça. Pessoal, certas coisas são inevitáveis de acontecer no mundo dos vampiros como ter os caninos (agora me veio a cabeça o sexto Harry Potter), querer tomar sangue das pessoas, entre outros, mas cada autor decide o que fazer com seus personagens e com seu roteiro. Por isso, achei um golpe baixo, sujo e federento quando no quarto episódio os roteristas atacam a Saga Crepúsculo e falam que a Anne Rice era a melhor. Concordo com a idéia: a Anne Rice foi a mesma que escreveu Entrevista com o Vampiro, o melhor filme/livro/série de vampiros que existe, mas Diaries dar esse golpe em Crepúsculo foi sujo! Tanto que as idéias da Anne Rice estão muito presentes em The Vampire Diaries, ou seja, mencionar a Anne é a mesma coisa que dizer: tirei muitas idéias dela porque ela era um gênio. E defendo a Sthephenie: ela quis mudar certas coisas no mundo dos vampiros, enquanto Diaries fica preso no antigo mundo.


A história até que é legal, interessante, mas não tem aquele "quero mais" das séries. Por exemplo, toda vez que assisto um episódio de Glee eu quero saber o próximo episódio e o próximo e o próximo. E Friends então? Assisti todas as temporadas em quase, se não em, uma semana de tão curioso e tenso que fiquei. E House? Sem comentários, simples assim. E os roteiristas ao invés de tentarem atacar Crepúsculo para conseguir mais audiência deveriam pensar e repensar sobre a tensão do "quero mais", que é o que cria fãs de séries e deixa a história interessante. Sem falar no clima da série que mistura uma coisa bem dark e um pouco de Supernatural, algo que já é um clichê neste mundo vampiresco.


E claro: os protagonistas da história tinham que ser a menina gostosa e o menino bombado. Entendo que a maioria das pessoas querem ser assim, eu também quero, mas convenhamos: ter uma série que possua apenas meninas gostosas e meninos bombados é o mesmo que dizer: "não temos conteúdo suficiente. Olhe para os seios dela!". Mas é claro: as mulheres usam mais roupa, enquanto os homens aparecem sem camisa mostrando seu corpicho, ou seja, o óbvio: esta série está sendo dedicada para as meninas. Ou seja, nós meninos, out!


E acreditem ou não: os personagens mais interessantes não são nenhum dos protagonistas, mas sim uma amiga de Elena, Bonnie, que é uma bruxa ou uma vidente sem sabedoria, pelo menos nos primeiros episódios. Ela sim é uma coisa de "quero mais" na série e espero que ela tenha um foco maior do que está recebendo ultimamente.


Para quem gosta de vampiros e gostou de Crepúsculo e Entrevista com o Vampiro, The Vampire Diaries é uma boa série para assistir, mas não é aquela série viciante que você não consegue se aguentar para conseguir assistir o próximo episódio. Sem dizer que a série está deixando tudo ocorrer muito rápido e isso que é legal em Crepúsculo e que foi uma tática da brilhande Sthephenie: criar uma tensão o máximo que puder e deixar as melhores coisas para o final.

15 comentários:

Ricardo Martins disse...

Felipe, então você é fã de Crepúsculo?!
Cara eu odiei o primeiro filme! A ação que é o bom é só no final, assim não dá! E Aquele romance meloso? Os personagens e atores de Pattinson e Stewart parecem os DOIS uns mortos-vivos! Mas antes que você me crucifique, eu acho que esse Lua Nova tende melhorar, agora com mais recursos financeiros e visuais! posso até gostar! Mas que fique claro separo o filme do livro, que deve ser bem melhor!

Mas falando de Vampire Diaries, logo assistirei mas nem essa serie e nem qualquer um da saga Crepusculo supera TRUE BLOOD! Essa é minha opinião!

ABRAÇO!

Mirella Santos disse...

Êêê...Fui citada
também falei dessa série lá no meu blog, mas falei bem pouco, fikei com medo de fazer spoiler, pq eu já sei boa parte da história.
Bonnie,no livro, chega a ser bem idiota pra não falar outra coisa, e no livro realmente Elena e Stefan são os gostosos da parada. Fora que Damon deve ser o melhor que tem no livro, fora isso é tudo muito parecido com Crepúsculo...

Bem como só eu acho eu parece, então não vou falar mais. Mas me entenda eu cresci vendo séries como Buffy- a caça vampiros, Angel... Não tem como ver um vampiro como alguém do bem

FM disse...

Eu gostava muito de histórias de vampiros, mas hj em dia só vejo mais do mesmo.

Crepúsculo tentou dar um rumo diferente, mas eu não gostei nem um pouco (quero evitar a palavra detestei... ops... já era. =P).

E se Vampire Diaries atacou Crepúsculo foi pra tentar dizer que não eram uma cópia deslavada só pq fala de uma humana se envolvendo com um vampiro bonzinho.

Típico caso do sujo falando do esfarrapado.

FELIPE G2 disse...

Ricardo, pelo que eu percebi você gosta de muito de filme de ação. Eu gosto de Crepúsculo filme pelo romance, porque os efeitos e a ação são péssimos, convenhamos. O Lua Nova vai ser melhor já por uma razão: pela Dakota. Adoro ela!
E ainda tenho que assistir algum episódio de True Blood, porque por enquanto, dos três prefiro Crepúsculo (mas meu predileto é Entrevista com o Vampiro)

Mirella, verei assim que possível, pois estou estudando física com meu pai e só agra consegui um break... Nem quero ler o livro, tem muitas pessoas que peferem mais a série e meu próximo livro de Vamps será Entrevista com o Vampiro...

FM, entendo esse ódio por Creps, muitos tem. E Vamp realmente atacaram para dizer que era apenas uma cópia que não fez sucesso e que nem é tão diferente do mundo da Anne Rice com um toque do romance de Creps...

Mirella Santos disse...

na verdade FM o Crepúsculo imitou The Vampire Diaries, pois o livro foi escrito em 1991 antes mesmo de Harry Potter, e Crepúsculo parece que é de 2005 ou alguma coisa assim

FELIPE G2 disse...

Mas Mirella, o mundo dos vampiros do Diaries é praticamente identico aos criados pela Anne Rice, enquanto a Meyer modificou o mundo vampiresco, como a pele que brilha, o fato da estaca não funcionar, sem falar do motivo que leva os vampiros a tomar sangue dos humanos: não é para ter força, mas é como se toda vez que eles cheirassem sangue humano, começasse um coceira na garganta.
O romance de Vampire Diaries é mais meloso e consegue ser idiota comparado com o do Creps (sem falar nos díalogos de Creps que são infinitamente melhores), que tem uma tensão muito maior do que o cara apenas ser um vampiro, em Creps, o desejo existe. E o mundo vampiresco fica todo comprometido com o mundo da Anne Rice!

Ricardo Martins disse...

Entrevista com o Vampiro é muito bom mesmo, destaque para a Kirsten Dunst vampira!!!

FELIPE G2 disse...

Acho que até hoje Entrevista com o Vampiro foi o melhor trabalho da Kirsten Dunst.

Fernando disse...

Ninguém aqui leu "Noturno"?

FELIPE G2 disse...

De quem seria Noturno? Acho que já ouvi falar, ou o nome era bem parecido...

Fernando disse...

Guillermo Del Toro e Chuck Hogan. Primeira parte da 'Trilogia da Escuridão'.

Mirella Santos disse...

Desculpa aê né Felipe, falei com profissional no assunto...(brincadeira)
Pra mim (pra mim somente) essas histórias de vampiros não mudam muita coisa, a mudança agora é que todas como vc mesmo disse (de Vampire Diaries) estão muito melosas. Sim, eu devo ser uma menina muito estranha por que odeio historinhas melosas demais.

obs:foi bem ruim ler 5 capítulos de Vampire Diaries

Gouveia/Magalhães disse...

the vampire diaries é muito bom, muito melhor ki crepusculo(tem drogas, ação, sexo, suspense), se vc fala ki nao tem o gosto de kero mais comum em series vc que nao viu o nono episodio... muito bom
no inicio eu gostava de crepusculo, mas por causa desas fãns idiotas e retardadas eu nao tenho prazer nenhum de ouvi falar dese romeu e julieta vampiresco...
TVD na cabeça
lol

gabriel montserrat disse...

Eu assisto The Vampire Diaries e gosto muito, e cara, a única cosia que me faz perdoar o NÃO É UMA SÉRIE VICIANTE é você estar falando da primeira temporada da série, que ta MUITO boa, e os últimos episódios da primeira também foram muito bons.
E esse também é um dos raros casos em que a série ou filme é bem melhor que o livro.
Ta de parabéns pelo blog, to seguindo :D se quiser, me segue lá: www.ovosmixidos.blogspot.com

jaqueline danielly disse...

cara meu eu adoro Crepusculo mais vamos combinar ne ja saiu de moda e diarios de um vampiro tem mais açao do que aquela coisa lemta que nao pode nem beijar direito que fica fazendo cara feia.afinal gosto dos dois sou muito fã tanto de crepusculo quanto diarios de um vampiro...nao vamos ficar nem criticando ou elogiando um ou outro pq vcs estao aqui casando confusao e eles estao la ganhando o dinheiro deles.