27 de novembro de 2009

2012- A nova barca de Noé literalmente afunda

Amanda: Qual o sentido desse título?
Eu: Ah Amanda Peet, só vendo para entender. Mas você tá muito boa!

uma pergunta: quem não viu a cena do Cristo caindo? Você, caro leitor? Então eu te explico para você não ficar de fora dos papos de cinema que as pessoas estão falando (quem se importa?): no trailer do 2012 acontece um terremoto e nós vemos nosso querido Cristo sendo destruído. E foi por causa disso que muitos de nós brasileiros ficamos com um gostinho na boca para assistir o filme, mas o filme nem isso fez direito.


A história é simples: Sabe aquele povinho que sabia que o mundo ia acabar? Os maias? Pois é, eles acertaram! Em vários lugares terremostos, vulcões entrando em erupção e tsunamis invadindo cidades, cidades e países sendo destruídos, entre outros. E de todas essas catastrofes tudo que é de mais importante é... Tambores por favor... Um pouco de suspense... Um pouco de enchesão de saco... É o John Cusack, um pai desempregado, divorciado, que tenta ao mesmo tempo salvar seu realacionamento com seus filhos e que vai acabar salvando (ou tentando) todo mundo (onde será que eu já vi isso?).


Acho que a maioria das pessoas que assistirão 2012 só estçao indo por causa dos efeitos especiais, estou errado? E acreditem em mim (ou não), os efeitos nem são tão inovadores ou bons assim. O Dia Depois de Amanhã e Independence Day que são do mesmo diretor, Roland Emmerich, tem ótimos efeitos especiais, principalmente O Dia Depois de Amanhã, filme que quase todo mundo odeia. Muitos vão me matar depois disso (não pessoal! Não vou na cozinha de cada um de vocês para ver suas coleções de faca afiadas), mas O Dia Depois de Amanhã têm efeitos bem melhores que 2012. O diretor é bom em fazer efeitos com água, como ondas invadindo cidades, mas com fogo ele é horrível! O magma do vulcão era muito tosco! Parecia aquela macinha que brincávamos quando pequenos. Até o de Dragonball Evolution era melhor! E a cena do Cristo: sabe como acontece? Simples assim ó: numa televisão e com um cara falando português de Portugal.

O roteiro todo mundo já sabe que além de ser clichê e com vários, vários defeitos. O dia em que a criancinha chata filha do protagonista ou o próprio morrer eu vou começar a aplaudir! Sim eu sou malvado! Até hoje Hollywood não entendeu que quando as pessoas falam em fim do mundo, é literalmente fim do mundo. Sempre tentam criar uma alternativa, e, neste ponto é que apoio o lixo que é Presságio, pois foi o único que entendeu o recado: não somos importantes! Como mesmo disse em 2012, se nós formos extintos, para o universo, a Terra seria uma poeira cósmica. E nós? A poeira da poeira. Por que isso acabaou soando tanto com Caminho das Índias?

7 comentários:

Mirella Santos disse...

O texto ta muito engraçado. Falando do filme, eu só vo mesmo por causa dos efeitos e admito, não to esperando uma obra de arte

Fernando disse...

é bem "piegas" mesmo... pra variar nos fudemos legal e o "novo mundo" que nasce continua com as mesmas pessoas egoístas e gananciosas... de que diabos vai valer o dinheiro na semi-pangea que a terra se tornou? paunocu, pelo menos em o dia depois do amanhã eles perdoaram a dívida externa pra poderem se abrigar pras bandas de cá... e sem falar do atores né, só tem gnt q eu odeio!

Ricardo Martins disse...

O filme peca no roteiro! Mas discordo que os efeitos de 2012, são inferiores de O Dia Depois de Amanhã, na minha opinião pegue todos os grandes desastres filmes(como Armageddon, Impacto Profundo e O dia Depois de Amanhã) todos juntos é 2012!
Um show de efeitos que salvam o filme!

E concordo 100% com a cena meia boca do Cristo, esperava muito mais, tipo se eu fosse o roterista faria assim: pessoas subindo o bonde, o mar com megas ondas, todos tremendo no corcovado e o Cristo (o monumento) caindo...
Agora ver no filme, o mesmo trecho do trailer, com eles vendo essa cena pela tv!!! Decepção total!

Mas no geral, um bom filme de fim de mundo, que acaba com o início de uma nova humanidade!

ABRAÇO

Jardel Nunes disse...

Bah, o Cristo Redentor aparece 2 segundos no filme mesmo, só fizeram aqueles posteres e trailers pra chamar o povo brasileiro pro cinema... hehe
E o roteiro do filme é frustrante mesmo, mas os efeitos valem a pena... e eu fui ao cinema sabendo disso e não achei o filme tão ruim, pelo contrário, até gostei dele... bem melhor que "O Dia depois de Amanhã", mas essa é a minha opinião né...
E o melhor filme de fim do mundo continua sendo Armageddon... minha opinião hehe

FELIPE G2 disse...

Não espere Mirella, porque não é uma obra de arte. Se for, foi mal finalizada...

Fernando, vc odeia a Amanda Peet? Eu gosto dela. Mas uma coisa: você acha q o Papa ia realmente ficar rezando invés de ir para uma barca?

Ricardo, 2012 junta tudo q foi feito de fim do mundo, mas não é por causa dessa mistura q deve ser considerado o melhor. E a cena do Cristo ficou um lixo não? Eu pensava a mesma coisa que você...

Jardel, eu gosto de Armagedon. Mas seria este o melhor? Não sei...

FM disse...

"O filme peca no roteiro! Mas discordo que os efeitos de 2012, são inferiores de O Dia Depois de Amanhã, na minha opinião pegue todos os grandes desastres filmes(como Armageddon, Impacto Profundo e O dia Depois de Amanhã) todos juntos é 2012!
Um show de efeitos que salvam o filme!"

É... era isso que eu ia comentar =P

Por mim o filme poderia ser feito sem nenhuma personagem principal... Tirava-se uma hora de filme e só mostrava destruição pura e sem sentido... Os únicos atores seriam os figurantes se afogando ou morrendo queimados na lava. =D

E eu torci muuuito para aquele maldito cachorro morrer !!

FELIPE G2 disse...

"Por mim o filme poderia ser feito sem nenhuma personagem principal... Tirava-se uma hora de filme e só mostrava destruição pura e sem sentido... Os únicos atores seriam os figurantes se afogando ou morrendo queimados na lava."

Concordo plenamente FM!Agora, em relação aos efeitos, continuo com minha opinião. Sabe quando você vê um efeito e fala "esse é de computador"? Pois é, adoro efeitos realistas como os do Senhor dos Anéis..