25 de novembro de 2009

(500) DIAS COM ELA- Uma comédia romântica que não pode ser perdida!

Menina! Para de falar "pênis"!

Graças ao bom Deus (Donato!) uma comédia romântica inteligente e boa foi lançada este ano! Não pessoal, não estou falando do lixo que é A Proposta, filme que me fez ter trauma de assistir qualquer comédia romântica este ano. Mas sim deste filme que é como uma torta de limão: sempre doce e nunca enjoativa. Este é 500 dias com ela. Mas antes de começar, vamos fazer o povo rir: Quando entrei no cinema eu entrei na sala errada, que não tinha nenhum filme passando. Estranhei por não ter ninguém na sala e quando sai para reclamar, eu pensei e acertei: eu estava na sala errada.


Mas voltando ao filme. A história de 500 dias com ela é sobre Tom, um fracassado escritor de cartões (para escrever cartões tem que fazer faculdade? No caso de Tom, quase) para pagar o aluguel, mesmo tendo se formado em arquitetura. E no seu emprego ele encontra a linda Summer, uma jovem que avisa ele logo de cara quando começam a sair: não quero nada sério, e o infeliz aceita. Quando sai de coração partido, Tom fica na pior e o filme mostra exatamente os dias que ele passou com ela (Summer. Pegou? Não? Esquece).

Estou sentindo que alguma coisa esquentando (aff)? Sim! Esta delícia que é 500 Dias com ela tem grandes chances de faturar alguns Oscar no ano que vem. O roteiro tem meu apoio (grande coisa) de ser o filme vencedor, e ainda pode concorrer com Bastardos Inglórios do Tarantino (na opinião dos críticos americanos isso seria impossível, já que eles odiaram Bastardos). Até agora os dois filmes possuem os melhores roteiros do ano (além de Up [que saiu em DVD! Aluguem!], que infelizmente não possui grandes chances de concorrer por ser uma animação). Mas além de sua bela história, 500 (nossa, pareceu muito 300) possui uma excelente montagem, graças ao diretor (eu acho que é por causa dele, não?). A história consegue fazer total sentido, mesmo não sendo linear (que mistura a ordem dos acontecimentos) ao contrário de Pulp Fiction que de tão confuso eu acabei dormindo e até agora não terminei de ver!


O casal consegue cativar a todos nós. O Joseph Gordon-Levitt (aquele cara do 10 Coisas que eu Odeio em Você) consegue tirar boas gargalhadas (a cena depois do sexo é um exemplo perfeito! E o filme A Canção do Sul é o que explica o fato de ter o pássaro azul, eu acho). Ele consegue ser engraçado até nos momentos mais tristes, e em certos momentos tristes, vamos dizer assim, ele consegue fazer com que as nossas risadas acabem, afinal não é mais para rir. E o que é a Zooey Deschanel? Sempre achei ela linda (gostosa! Uhu! [como diria minha amiga: zuera, mas é!]) e talentosa. Sempre gostei dela, desde o momento que assisti Fim dos Tempos e quando ela é a úncia coisa que se destaca em Sim, Senhor! Mas este é o trabalho mais diferente dela, e acho que seu melhor, por enquanto (altas espectativas nela!).


Misturando momentos cômicos ( eu poderia fazer uma lista, mas vou deixar vocês conferirem o filme[moleque chato! Deixa com gostinho na boca e depois não fala!) e com momentos de melancolia (essa mistura me dá um orgasmo só que olhe lá) , 500 dias com ela é quase um filme obrigatório para quem gosta de comédias românticas inteligentes e que como diz o próprio filme: este filme é o contrário de todas as comédias românticas que você já viu (começando pelo modo que o filme começa, com uma linda [sarcasmo] dedicatória). Claro que certas coisas já vimos, mas 500 tenta ser espontâneo e diferente e consegue! Adorei o filme e aposto que o veremos no Oscar! Tô falando!

10 comentários:

Ricardo Martins disse...

Estou com a maior vontade de ver esse filme, o trailer me conquistou! (Não sei o que estou fazendo aqui em casa que ainda não vi essa mega filme)!!!

Sobre "A Proposta" não exagera não hein?! O filme é muito bom, engraçado e divertido, A MINHA Sandra Bullock que adoro(só falta você falar que também?!) por este filme foi seu maior sucesso da carreira no cinema sabia? E mesmo sem assistir 500, que já previ que é a melhor comédia do ano sem dúvidas, mas A Proposta vem em 2° ok? (Na paz ok?)

500 dias com ela deve ser cativante e apaixonante... Tenho que ver! Valeu pela dica!

E torça por UP, concorrer ao Oscar em Melhor Filme, coisa que Wall e não pode ok?

ABRAÇO

Fernando disse...

PEEEEEENISSS!!!!!!

suhshuhuuhsuhs

comédia muito boa, como há muito não se via, vale muito a pena assistir, verei novamente fácil, fácil

e, essa semana... JULIE & JULIA (Meryl love of my life)

Jardel Nunes disse...

Ótimo filme, muito interessante mesmo... e acho que todo mundo que gosta do bom cinema deve conferi-lo.
Só discordo de você quanto a indicações para o oscar, mas quem sabe né? Espero estar errado, porque o filme merece...
Ah, não sei se tu viu, mas eu também fiz um texto sobre "500" lá no Topangablog

Luciano Carneiro disse...

Eu gostei bastante. É uma comédia simpática, gostosa de assistir. As referencias a A Primeira Noite de um Homem e as homenagens a Annie Hall não estão lá só pro filme parecer mais cool.

FELIPE G2 disse...

Ricardo, então corre para ir assistir que não sei por quanto mais tempo o filme ficará em cartaz. A única coisa que eu posso discordar de você (pq vc já sabe minha opinião e não adianta repetir que o filme é uma m...), é que o filme é a 2a melhor comédia romântica. Ainda tem Julie e Julia para lançar e prefiro bem mais 17 Outra Vez do que A Proposta. Finalmente uma coisa que concordamos: torcer por Up...

Fernando,a Meryl é minha tá? uahuahuah. Acho que também verei o filme essa semana...

Jardel, por que o filme não poderia concorrer ao Oscar? Até agora foi um dos filmes mais inteligentes. Darei uma olhada lá no Topanga assim que eu tiver tempo, o que eu devo ter daqui alguns dias!

Luciano, esqueci de falar em A Primeira Noite de um Homem! Ainda bem que você lembrou!

Mirella Santos disse...

Enfim uma coisa que preste né, já estava ficando sem opções. Pensei que esse ano só ia sair homens bêbados e imaturos em filmes de comédias românticas

Jardel Nunes disse...

Felipe, não é que o filme não pode concorrer ao Oscar, eu até adoraria que ele concorresse e torço pra isso. Mas eu acho que é um tipo de filme que não chama a atenção da "academia"... parece que eles preferem dramalhões e filmes mais sérios.. sei lá... entende?

FELIPE G2 disse...

Mirella, pois é. Esse ano foi uma porcaria em comédia romântica. Eu gosto mesmo das comédias românticas da década de 90...

Jardel, acho que pode chamar a atenção da academia. Afinal, tem um clima parecido com Pequena Miss Sunshine. Mas entendo sim.

Fernando disse...

Meryl? SUA?! faz-me rir

FELIPE G2 disse...

Fernando, acabei de fazer, não? Mas a realidade ainda é a mesma: ela é minha!