5 de novembro de 2009

A EVOLUÇÃO DOS MUSICAIS E NIVER DO BLOG!

Uma postagem comemorativa, para uma data comemorativa!

Pessoal, não sei se vocês sabem, mas o blog está fazendo um ano hoje! Obrigado todo mundo! Sem vocês o blog não seria nada! Obrigado por tudo! Espero que continuemos assim, porque eu não quero parar! Até o final do dia eu faço uma postagem só sobre o blog. E quem conhece o blog desde suas raízes, sabe que ele começou a ser divulgado, e é até hoje, na comunidade do filme Hairspray-Em Buca da Fama. E a pedidos de Oliver, um de nossos seguidores (meu e do Luciano, que também comemorou o aniversário do blog dele essa semana), escrevei um texto sobre a evolução dos musicais. Tarefa difícil, eu sei. Será que eu consigo? Espero que sim!


E tudo tem que começar com O Mágico de Oz, um dos primeiros filmes coloridos e também um dos primeiros filmes musicais que viveu, em minha modesta opinião, no início da época que o cinema era cinema, ou seja, uma arte a ser admirada. O Mágico de Oz se sustenta com músicas pequenas e com poucas coreografias, mas mesmo assim é um filme lindo de se ver e ainda um dos maiores filmes cult que existe! Até hoje, graças ao bom Deus, a música Somewhere Over The Rainbow é escutada, por idosos e jovens. Só basta você gostar do gênero, o que ajuda um bocado. Pergunte para qualquer pessoa que assistiu o filme no cinema (ou seja, uma pessoa com muita idade), quando era uma garotinho ou uma garotinha, qual foi a sensação de ter visto o filme, e eu aposto que essa mesma pessoa falará que não teve momento parecido no cinema.

E ai vamos para Cantando Na Chuva, um filme marcante na Era Musical (sim pessoal, essa época existiu, pelo menos para mim. Durou do ínicio dos anos 50 até o final da década de 60. Era época que praticamente só existia musical). Um filme cheio de coreografia, contagiante, cheio de músicas e ainda o mais importante e que talvez seja o que marque o filme até hoje: é um filme que fala sobre o cinema, mostrando a evolução do mesmo (como estou fazendo agora), trazendo para nós um musical e uma comédia de dar risadas até cair e uma energia contagiante. Um típico feel good movie. Época ainda de muitos clássicos como A Noviça rebelde, Amor Sublime Amor, Minha Bela Dama e Mary Poppins.


E assim entramos na época do esquecimento (por volta da década de 70, 80 e 90). Cabaret, Hair, A Fantástica Fábrica de Chocolate, Hairspray- Quando éramos todos jovens, todos musicais que viveram numa época a qual o musical já estava nas profundezas do mundo cinematográfico, algo que não justifique a qualidade dos filmes, sendo A Fantástica Fábrica de Chocolate um dos meus filmes preferidos, sendo ácido, divertido e irônico. E estes mesmos filmes possuíam muitas das qualidades dos antigos musicais. O que desinteressou mesmo foi o público, que, como os musicais sempre pareciam os mesmos (uma ova, para minha pessoa) se tornou menos interessante. Era a época de assitir besteróis americanos! Nada mais nada menos do que a época a qual o cinema para de ser cinema e vira puro entretenimento. Mesmo que certos filmes tenham sido marcantes (como Indiana Jones e...), foi injusto terem esquecido dos musicais, que praticamente formaram o cinema que conhecemos.


E foi ai que os musicais surgiram das profundezas de Hollywood. Em 2001 um filme que chegou para revolucionar o genêro, desafiar tudo que fora criado antes, mostrar para Hollywood do que os musicais são capazesde fazer, isso tudo de tamanho estupendo que só assistindo para descobrir. Este filme é nada mais nada menos do que Moulin Rouge- Amor em Vermelho, que chegou cheio de músicas pops e com coreografias de gelar a espinha, sem falar num romance que está marcado até hoje. E assim, os musicais voltam á tona! Chicago, Hairspray- Em Busca da Fama, Rent, Sweeney Todd, Os Produtores, Mamma Mia!, todas as peças da Broadway que só estavam nos palcos voltam para as telas de nossos cinemas com louvor, mostrando que o gênero sempre fez e sempre fará bonito! E esperámos que continue assim, não? Mas claro, por favor, sem High School Musical!

9 comentários:

FM disse...

Parabéns Felipe !!

Espero mesmo que este blog continue por muito mais tempo !! Ele já é parada obrigatória nos meus passeios pela internet.

E um texto sobre meu gênero favorito foi um presente =D. Mostrou bem a história dos musicais no cinema...

Como disse o Hugh Jackman: The Musicals Are back !!!

Ricardo Martins disse...

Primeiramente meus parabéns! Um ano já! Caramba! Espero chegar lá ou pelo menos até 2012 (quando o mundo vai acabar)!

Mas então: estarei muito feliz que você continue a dividir suas experiências com seus humildes e pode considerar seus amigos leitores! Particularmente, acabo de conhecer seu blog há poucas semanas, virei um leitor assíduo, pois gosto da maneira de suas resenhas, acho ela jovens e divertidas! Mas chega de puxa saco né?!

Esses musicais clássicos, infelizmente não vi ainda! Mas tenho conhecimento desses que surgiram após 2001! Com certeza Moulin Rouge foi uma grande obra prima, unindo 1899 com musicas contemporâneas! Espero que os próximos que vão vir sejam tão bem quanto esses: Fama, Nine etc!

Mas é isso aí parabéns mesmo e continue escrevendo porque pode ter certeza um leitor fiel você já ganhou!

ABRAÇO

Mirella Santos disse...

Parabéns Felipe pelo um ano do blog, já vai fazer um ano que conheci seu blog tbm (Sim, eu lembro quando foi)

Os Musicais evoluiram e muito de uns tempos pra cá. A prova disso é que eu chegava a ter repulsa por musicais e agora simplesmente AMO, além disso , musical é um estilo que é pra ser apreciado e não visto por isso as pessoas gostam

FELIPE G2 disse...

FM, Obrigado! Também espero que continue! Nossa! Não sabia que eu era tão importante (uahuahuah). O texto ficou bom? Ah que bom (aff! Que trocadilho horrível! Fogueira em mim!). Agora só falta os musicais continuarem Back...

Ricardo Obrigado! O mundo não vai acabar em 2012, mas em 3333 (aposto nisso! uahuahua). Assista esses musicais clássicos que tem muito potencial e são ótimos! Todos alegres! E MR foi foda, não?

Mirella, obrigado! Você o FM são seguidores desde que o blog era um bebezinho. Eu nunca odiei os musicais, só tinha esquecido deles, porque não tinha muito...

Marina Luscher disse...

como diria meu deuso Hugh no oscar: "the musical is back!"

FELIPE G2 disse...

meu deuso.....
uahuahuahuah

Fernando disse...

My Fair Lady vai ter um remake, estrelado pela Keira Knightley e roteirizado pela Emma Thompson. Apesar de eu ser contra remakes, Emma é sempre sinal de qualidade =D

FELIPE G2 disse...

Fernando, eu soube. Será que ficará bom? Espero que sim...

Anônimo disse...

Good dispatch and this mail helped me alot in my college assignement. Gratefulness you on your information.