6 de novembro de 2009

MOMENTOS BIZARROS 9- FILAS

Você ainda não me achou? Estou perto da porta...

Têm certas coisas que nós seres humanos desenvolvidos, seres com cérebro (ou que pelo menos usa o cérebro para desculpas "racionais") não devemos fazer de jeito nenhum! E adivinha quando é que isso acontece caro leitor? Quando estamos em conjunto, quando estamos em sociedade. Essa postagem é para vocês não serem as denominadas "pessoas folgadas" que enchem o mundo e mais algumas pessoas na fila, fazendo com que pessoas como eu, sofram certos Momentos Bizarros...


Um lugar no qual você não pode enrolar é na fila de ingresso. Hoje mesmo, quando fui comprar o ingresso do Avenida Q (sim! eu vou de novo! Eba!), havia uma mulher comprando um ingresso para outra peça. "Mas esse lugar é mais barato?", "Mas da para ver direito dali?", "Qual o outro lugar mesmo?", "Esse é mais caro?". DEZ MINUTOS! A fila já tinha aumentado e a moça só saiu depois de dez minutos! Ai depois foi rápido, comprei meu ingresso e sai da fila. Mas depois recebo uma ligação de minha querida irmã, que pede por favor para eu comprar um ingresso para ela, e lá vou eu comprar o ingresso da infeliz. Mais uma vez uma mulher (não é por causa do sexo pessoal, porque muitos homens fazem isso! Não se escondam!). Ela não sabe se o dia está bom para o namorado e liga para ele. POR QUE? Entenda: quando você vai num lugar você já vai com tudo programado: "Vou para a peça X no lugar Y no dia D" e já vai com um Plano B escondido em local de sua preferência. Mas não! tem gente que insiste em apenas descobrir as coisas na hora, e, ainda ligar. Fiquei repetindo para mim mesmo em voz baixa: "Não vou pular no pescoço dela, não vou pular no pescoço dela, não vou pular no pescoço dela" e o cara atrás de mim rachando o bico. MORAL: Se você for comprar alguma coisa, já saiba pelo menos um básico e tenha um Plano B. Se der algum problema, deixa o pessoal comprar o que eles querem e sai da fila. O seu problema não é deles!

E então vamos para o ônibus. Chega aquele humilde cidadão, que nunca ouviu falar no Bilhete Único ou que apenas gosta de pagar em dinheiro mesmo, e começa a pagar. A pagar em que? MOEDA! CINCO CENTAVOS! DEZ CENTAVOS! Enquanto isso o ônibus tem que ficar parado no ponto porque tem uma fila enorme, muita gente querendo entrar e a fila vai desde este infeliz até a calçada. MORAL: Já deixe seu dinheiro separado ou já tenha sua carteira em mãos. Além de não passar vexame, mais uma vez: o seu probela não é problema dos outros! É por isso que existe psicólogo! Porque você paga para ele te ouvir! E nesse momento, você não paga ninguém e todo mundo sai no preju.


E então você acabou de pegar sua compras, guardou as mesmas no seu porta-malas e vai para casa e a rua ainda está vazia. Mas de repente um carro surgi, com aquela pessoa dirigindo cinco quilometros por hora porque acabou de receber um aumento, e essa mesma pessoa está na sua frente. O que você faz, mata? Não! tenha calma! Você simplesmente ultrapassa essa pessoa, buzina e manda ela para aquele lugar. MORAL: não seja uma pessoa lerda no trânsito! Isso irrita muito! Anda de bicicleta ou pega um táxi se quer ir devagar! E só para lembrar: não é problema dos outros se você dirige devagar!


E então você vai no supermercado naquele Domigo de final do mês (a maior cagada que um ser humano pode fazer, que todo mundo sabe e que continua fazendo), um calor insuportável como o de hoje. E então forma aquela fila gigantesca. O caro cidadão chega com um carrinho enorme e você esperando sua vez. E então o caro cidadão chega e fala: "Esqueci uma coisa!" e sai correndo. E depois ele volta com mais umas vinte coisas na mão. Se fosse UMA coisa tudo bem, esperamos, mas VINTE é muita coisa. É por isso que fazemos compras e temos o carrinho: não precisamos carregar cada coisa de cada vez e levar pro caixa, tudo está junto no carrinho. MORAL: apenas entre na fila quando você realmente tiver acabado. Se você esqueceu apenas uma coisa, pegue apenas essa uma coisa, porque lembre-se: você estava numa fila e a mesma continua viva. Só acontece isso comigo?

6 comentários:

Fernando disse...

Eu tenho umas histórias interessantes de supermercado:
HISTÓRIA A - Eu e minha mãe fizemos as compras, mas na hora de pagar, cadê o cartão de crédito? CADÊ? Minha mãe teve que ir buscar o cartão em casa enquanto o caixa ficava bloqueado para qlq outra compra. Filas cresciam, pessoas xingando, foi de cagar!
HISTÓRIA B - Mais um vez, eu mamãe fazendo compras. Eram poucas coisas, e uma mulher e seu filho com dois carrinhos educadamente deixaram-nos passar à frente. A máquina de cartão deu pau e demoramos mais tempo q a mulher levaria. Ainda bem que ela levou na esportiva e ainda disse, rindo: 'Se eu soubesse q vcs iam demorar tanto...' hsuhushusuhshuhus

Ah, e tem uma ótima de fila:
Eu e minha irmã chegamos pra assistir a sessão das 15:40 examente às 15:40 =D Então, eu, o bode espiatório da família, fui na boca da bilheteria e pedi pra um casal comprar meus ingressos =DD e deu CERTO!! HAHAHAHHAHA

FELIPE G2 disse...

Ah Fernando! Ainda bem que eu não sou o único que sofre esses vexames! uahuahuaha
Nunca tive coragem de pedir para alguém comprar igresso pra mim. Vai que a pessoa não dá o ingresso? E como nós fazemos para mostrar que fomos nós que demos o dinheiro? Eu hem....

Fernando disse...

Ah, o cara foi muito gente boa. Eu cheguei, pedi compra meus ingressos?! ele: claro! hshushus dei minhas carteirnhas, o dinheiro, aí a namorada dele tava comprando os deles depois e ele deu as coisas pra namorada e ela comprou os meus, mas eu fiquei meio de lado pra vendedora não ver né!

FELIPE G2 disse...

hauhauaha
Se ela visse ela não poderia fazer nada, você já tinha os ingressos...

Ricardo Martins disse...

Felipe,
estes momentos bizarros são os mais comuns sempre acontecem comigo, especialmente esse das filas. Sempre tem um ser humano que complica tudo, por isso é que sempre chego logo cedo naõ importa o local para não passar por isso! E mais bizarro ainda é esse do mercado, ainda mais quando você só quer comprar uma simples bolacha ou pão, e a pessoa com o mega carinho de compras não oferece deixar passar na frente(será que exagerei no pedido?!).

Mas então é isso aí! Até outros momentos bizarros!

ABRAÇO

FELIPE G2 disse...

Quando uma pessoa chega com poucas compras eu falo pros meus pais deixarem passar...