8 de fevereiro de 2010

MÚSICA DA SEMANA- 07/02


Não sei se muitos de vocês conhecem alguma coisa sobre o teatro musical brasileiro. Eu mesmo o conheci apenas com A Bela e a Fera, e depois de um intervalo de tempo, só com O Fantasma da Ópera. Hoje estou grudado para saber qualquer novidade sobre o teatro musical. Por exemplo, esse ano vai lançar Hair, A Gaiola das Loucas e Gypsy (e talvez no final do ano Nine), e esse ano vem para São Paulo a peça Hairspray e O Despertar da Primavera, essas duas as quais estou louco para assistir (que são do mesmo diretor e tradutor de Avenida Q).
Pois bem, nessa semana que passou, foi disponibilizado o download oficial da trilha sonora da peça O Despertar da Primavera aqui. Nem preciso dizer que logo baixei, ouvi e agora não paro mais de escutar. Nem preciso dizer também que eu escolhi uma música para esta data tão importante. Mas a música que eu escolhi, que fala sobre adolescência, não tem "video" disponível. Então peguei a música que fala sobre masturbação (sim, você leu certo) e uma parte de homossexualidade, isso com um toque de adolescência e sarcasmo (o que eu acho muito engraçado e criativo). Aproveitem!
OBS: INDIQUEM A MÚSICA DO PÚBLICO. TEMA: TRILHA SONORA!


Nessa Merda de Vida- O Despertar da Primavera


5 comentários:

FM disse...

Música bem divertida mesmo.

Foi a primeira música q ouvi da peça e confesso que me pegou de surpresa...

Essa peça ficou um tempão em cartaz no Rio e ue nem dei bola... Agora q foi embora eu quero assistir. =/

Alessandra Ramos disse...

Pena que esse teatro musical Brasileiro quase nunca sai do eixo Rio-São Paulo.

Mirella Santos disse...

Alessandra tem razão e é uma coisa que me leva pensar ainda mais que Manaus é um Fim de Mundo.

Poxa o vídeo deu erro aqui, mas eu vou baixar pra ver...

Ricardo Martins disse...

Achei interessante, mas nada comparado do que ver na peça!

abraço

Felipe Guimarães disse...

FM, essa música tb me pegou de surpresa. Estou louco para assistir!

Alessandra e Mirella, por isso que dou graças em morar em SP. Claro tem suas desvantagens, como transito e outros, mas culturalmente é muito rico!

Ricardo, não tenho dúvida!