24 de fevereiro de 2010

UM OLHAR DO PARAÍSO- Peter Jackson decepciona muitos...

Mas a mim não!


vou tirar o "barato", como diria minha mãe, de alguns de meus caros e amados leitores: se você é um super fã do Peter Jackson (assim como eu), o diretor dos grandes Senhor dos Anéis e ainda do espetacular King Kong, já saiba: não espere o máximo do diretor, ou melhor dizendo, não ache que seu filme seja mais uma grande obra-prima. Melhor ainda: não deixe a fama dele (Peter) te subir à cabeça, porque você vai cair feio, mesmo que Um Olhar do Paraíso seja um filme muito bom (bem feito e com uma grande história).


A história é sobre Susie Salmon, uma adolescente de 14 anos que foi assassinada por um de seus "inocentes" vizinhos. Agora morta, Susie vive num "meio-termo", num pesudo-céu, no qual ela ainda consegue se "conectar" com a vida na Terra, tentando assim mostrar para o pai e para a irmã quem a matou, podendo ainda salvar a vida de muitas meninas e se vingar de seu assassino.


Um Olhar do Paraíso pode (como já fez) decepcionar muitos, mas dar, nota 1 para o filme, por exemplo, é quase um crime capital (exagero meu, mas tudo bem), como muitos críticos estão fazendo por aí. A fotografia é sensacional, pra começo de conversa, o que já seria o suficiente para não dar uma nota 1. Não é perfeita como vimos nos outros trabalhos do Peter, mas é bem mais poética e linda do que tecnicamente perfeita, embora ainda seja belíssima (tanto que se o Céu/ Paraíso fosse desse jeito, ficaria sem evitar).


Outra coisa que muitos críticos estão criticando (dã) é que o filme não se decide entre a comédia leve, a fantasia, o suspense e o drama. Então digo para vocês: "Não é bom um filme que tenha todas, ou algumas, dessas caracterísitcas? Afinal, vamos ao cinema para assistir um filme que seja, por exemplo, de ação, drama, aventura, fantasia, comédia, romance, suspense, terror, musical, ou qualquer outra coisa, certo? Então Imagine então um filme com muitas características dos gêneros que tanto gostamos e amamos. Qual o problema de misturar se pode ficar (e ficou) tão bem, como ficou em Paraíso?". Na hora da fantasia, Jackson faz de forma poética. A comédia ele usa muito bem com a Susan Saradon, como avó de Susie (tanto que a cena que ele arruma a casa é a mais engraçada do filme, e ainda assim "trágica", pelo fato dela ser uma avó diferente de muitas outras). O suspense então fica encarregado por Stanley Tucci (indicado ao Oscar por mérito e num de seus melhores e diferente papel), deixando toda a tensão em seu olhar. Simplesmente perfeito! E, se eu fosse o Peter Jackson, para deixar ainda mais perfeito ainda, não mostraria toda a face do vilão, apenas sua boca e seus olhos (talvez a testa para deixar certos momentos de tensão), e claro, mudaria o final do personagem para algo que fosse mais "natural".

Sendo assim, curto e grosso, pare de pensar que esta será a nova das grandes maravilhas do Peter Jackson, senão você derrapa feio! Mas ainda assim, Um Olhar do Paraíso é mais um dos filmes (assim como Nine) massacrado pela crítica (mas não pelos mesmo motivos, eu acho), concorrendo ao Oscar este ano, e que por acaso, eu acho bom. Pra mim, ainda é um grande filme do Peter Jackson. Não uma obra-prima (como todos esperam), mas ainda assim é um grande filme. E a comparação entre Amor Além da Vida, pode até ser feita pelo "meio-termo" existente em ambos. Mas ainda assim, eu prefiro o grande paraíso criado por Jackon, tanto que se existisse eu iria para lá. Mas vamos aproveitar o filme na grande tela, sendo assim mais divertido, e ainda nem que seja um pouco vivo.

9 comentários:

Ricardo Martins disse...

De cada 10 criticas que li, 1 dava um amenizada sobre o filme.

Acho tão errado todos pensarem que se o diretor ou roterista glorificado por uma obra, necessitadamente tem que fazer o mesmo ou melhor no seguinte! (O mesmo aconteceu com Diablo Cody que fez Juno e depois Garota Infernal)!

O enredo de Um Olhar do Paraíso, parece ser tão interessante e as imagens/fotografias o mesmo! Ainda não conferi, mas acho que vou gostar! Pois eu mesmo não estou com tantas expectativas e então pode ser que o "tombo" não seja tão feio!

Elenco ótimo! E não sabia deste mix de gêneros no filme! Verei-o em breve!

E também quero ler o livro que o inspirou, que foca mais nos personagens! (Ouvi dizer)!

Abraço

Cristiano Contreiras disse...

Eu creio que gostarei!
Meu sexto sentido nunca falha.

Jardel Nunes disse...

Peter Jackson vai sofrer pro resto da vida por ter feito O Senhor dos Anéis... agora ele só pode fazer filmes épicos com 9 horas de duração..
Qualquer coisa menor que isso todo mundo vai bota o pau...
Infelizmente é verdade...
Eu estou curioso para ver Um Olhar no Paraíso, mesmo tendo visto tantas críticas ruins para o filme, não acredito que um cineasta com a mão tão boa iria fazer uma porcaria.

Tem muito diretor que sofre disso ai, o Shalamayan é um grande exemplo disso..

Abraços

FM disse...

Meu primeiro comentário ao ler a sinopse do filme foi: "Ué, mas isso não é Peter Jackson".


Pois é, tb fui contaminado. Mas se a gente parar para pensar, isso acontece pq a maioria dos diretores seguem sempre um padrão. É fácil identificar um Tarantino por exemplo, ou um Spielberg e acredito que um Almodóvar.

Acho legal que diretores se aventurem em diferentes estilos e g~eneros, mas o cara tem q ser muito bom para fazer isso.

Sinceramente prefiro um diretor que sabe o terreno que é bom e arrase sempre nele.

Fernando disse...

Faço das suas as minhas palavras. Fotografia, edição, efeitos especiais, tudo maravilhoso.

Felipe Guimarães disse...

Ricardo, acho que você pode gostar de Um Olhar do Paraíso. Lemnbra muito um filme do Burton! O enredo é muito interessante. A única coisa que pode prejudicar é o fato do Peter querer falar o que acontece com todos os personagens. O elenco é ótimo! E quero ler o livro!

Cristiano, espero que nunca falhe!

Jardel, ele vai sofrer muito! Tanto que King Kong, a melhor versão, é dele e meteram o pau porque na
não é um SdA.
O Shalamayan é um grande exemplo!

FM, é muito fácil de reconhecer esses diretores sim! (menos o Steve. Acho mais difícil). Não acho que Jackson fez um filme horrível nem nada. Acho que ele quis se aventurar no mundo do Tim Burton.

Fernando! Que bom que você gostou! Assim não posso ser chamado de alien (ou será que posso?)

Roberto F. A. Simões disse...

É pena que Peter Jackson não tenha aproveitado para fazer uma obra magistral. Não atingiu o que se esperava e... é pena.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Anônimo disse...

Olá.. fiquei realmente muito emocionada ao ver o filme...
Parabéns pela fotografia do filme , linda e bem computadorizada..
A cena dos barcos na costa sendo quebrados.. mostrou intensidade e ficou muito verdadeiro... bem feito mesmo...
O drama vivido pela familia durante esse tempo todo... serviu p analisar que devemos viver intensamente a cada dia.. como se fossem os últimos...

Adorei o seu comentário , por isso resolvi dar o meu...

Beijos e até o próximo filme

Felipe Guimarães disse...

Roberto, certeza que ele poderia ter feito algo bem melhor.

Anônimo, não sei se você já passou por aqui, mas seja bem-vinda! Ou bem-vindo!
Ainda bem que você adorou o filme! Assim eu não me sinto um E.t.
Você gosta dessa ideia de viver cada minuto como se fosse o último? Então assista um musical chamado Rent- Os Boêmios. Fala exatamente disso!
Até o próximo filme!