29 de junho de 2010

PENELOPE- A história de um conto moderno

James: Não vou torcer pro Palmeiras por sua causa Penelope!


Fazia muito tempo que eu não assistia um filme com o estilo de conto moderno (acho que o último foi Os Irmãos Grimm, mas não tenho certeza. Porém o meu favorito é sem dúvida Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas) e nem um filme bizarro (este eu sei a data: 18 de maio. Filme: The Rocky Horror Picture Show, que além de tudo é o mais bizarro que já vi). E ontem eu assisti um bom filme bizarro: Penelope.


A história é sobre uma família nobre que de uma hora para outra tem que se esconder do mundo e das câmeras. O problema? Uma maldição que foi "jogada" nos antepassados e que agora surge na filha do casal, Penelope: a menina tem cara de porco. O único jeito de quebrar a maldição é Penelope se casar. E nisso entra um fotógrafo anão, que deseja uma foto da menina, um rico, que foi ridicularizado quando denunciou para a policia a nossa Penelope, e um nobre apaixonado pela garota. Mas Penelope quer ser livre, sair de sua casa e ser independente. Como faz?


Além de ser uma história "bonitinha", um conto moderno, Penelope contém um grande elenco. Se você não quer assistir a querida Cristina Ricci em Speed Racer por odiar o filme, como meu amigo Luciano, pode assisti-lá em Penelope que ela é brilhante! Sempre gostei dela desde que eu era um pequeno ser e assistia A Família Addams ou até mesmo Gasparzinho. Além de Ricci, James McAvoy, o "carinha" de O Procurado, está muito bem, mas nada comparado com Desejo e Reparação. E ainda temos a grande presença de Catherine O'Hara. Sabe a madrasta de Os Fantasmas se Divertem ou a mãe do Macaulay Culkin em Esqueçeram de mim? É simplesmente nostálgico poder vê-la de novo!


Penelope também é aquele tipo de filme que você quer colar várias fotos na parede do seu quarto (ou não né? Vai que você não gosta do filme ou tem mais de 23 anos de idade), assim como Pushing Daisies, Peixe Grande e suas História Maravilhosas, Alice, Avatar, A Fantástica Fábrica de Chocolate (de 1972), entre outros filmes e séries com fotografias deslumbrantes que você adora ver, como se fosse uma fotografia.


Sendo assim, não perca Penelope, uma chance de poder ver Ricci e O'Hara de novo na telinha. Mas infelizmente, pelo que parece, o filme é raro de se achar em uma locadora (claro, se você for na 2001 é mancada), mas nada como a internet né? Se bem que ultimamente a internet está dando trabalho. Desde quando preciso fazer contas de celular para baixar um filme? Onde estão os meus direitos???

Nenhum comentário: