26 de agosto de 2010

HOOK: A VOLTA DO CAPITÃO GANCHO- Nostalgia dos clássicos Sessão da Tarde

Robin Willians: What the hell?



Embora o filme não tenha passado nenhum desses dias na Sessão da Tarde, que ultimamente só tem passado filmes sobre cachorros que falam ou herdam mansões e dinheiro, ou filmes sobre Barbie's que se tornam em pessoas de verdade por causa de um livro de feitiços, nós da década de 80/90 sabemos que um dia a Sessão da Tarde, assim como a Tv Cultura, já foi cheia de filmes de cults de aventuras (Muppets), lindos (ET) e divertidos, cheios também de humor negro (Abracadabra). Mas entre esses, Hook: A Volta do Capitão Gancho é meu predileto e também meu filme favorito do tio Steven.


A história é sobre Peter... Banning? Sim, a história é sobre uma mulher e seu marido, Moira e Peter respectivamente, que possuem dois filhos, Jack e Maggie. Moira, por sinal, é parente da mesma Wendy das histórias de Peter Pan. Porém, o nosso Peter é um advogado que não liga para os seus filhos e seu trabalho é de falir empresas, um "pirata" como a própria Wendy diz. Após uma comemoração em homenagem à Wendy, os filhos de Peter são capturados pelo famoso Capitão James Hook. E então Wendy conta para Peter que na verdade, ele éo próprio Peter Pan! Mas ele não se lembra de nada. Ele cresceu.


Melhor parar por aqui se não eu vou contar o filme inteiro para vocês. Sei que o filme tem seus erros de continuidade, algumas frases forçadas, algumas atuações meio piegas e tudo o mais, porém é o meu favorito do Steven Spielberg. Entendam que para mim existe uma diferença entre meu filme favorito e o melhor filme dele. Mesmo Hook sendo meu filme predileto, admito que A.I-Inteligência Aritificial é o melhor filme do Tio Steve, pois é a mistura de toda a tecnologia, infantilidade e magia na qual ele acredita. Claro, dos que eu já vi o melhor é A.I. Nunca assisti os grandes clássicos, como Tubarão, A Lista de Schindler, O Resgate do Soldado Ryan, Os Caçadores da Arca Perdida, entre outros. Então A.I pra mim ainda tá no topo!


Ao mesmo tempo que Hook tem suas frases forçadas, outras são belíssimas. Ao mesmo tempo que algumas interpretações são piegas, principalmente quando falamos do elenco infantil, algumas são muito boas. Adoro a Maggie Smith e sempre gostei dela! E a adorei como Wendy! E Robin Willians, mesmo que muita gente não suporte ele, tem uma atuação sincera, assim como Julia Roberts, Caroline Goodall e a pequena Amber Scott, que além da atuação sincera nos encantam. Dustin Hoffman tem seus momentos bons como Capitão Gancho, mas não é tão assustador como seu personagem deveria ser (além de ser quase irreconhecível), embora eu adore seus momentos de humor negro (cena da quase suicídio e "já de uma mão" incluídas neste pacote!).


Além de ser uma divertida aventura para as crianças e adultos, Hook com certeza tem uma das melhores fotografias cinematográficas da década de 90, com vontade de pegar certas cenas do filme e coloca-lás na parede (como a imagem da Terra do Nunca ao lado. Oh tesão!), e aposto que este foi um texto nostálgico para muitos de vocês, não foi? Então, se você assistia aos clássicos da Sessão da Tarde (esqueci de mencionar A Lagoa Azul! Que por sinal não tinha nada de inocente. Como eu poderia ter assistido aquele filme com cinco anos?) e aos clássicos da Tv Cultura, tente assistir novamente à este cult. E lembrem-se sempre: comente!

5 comentários:

@Raspante disse...

Ótimo texto cara!
Acho que infelizmente ainda não vi este filme, pelo menos não me lembro. Não vou muito com a cara de Robin Willians, mais em alguns filmes dá até para aturar este cara.
Deu vontade de ver Hook...

João Sarti disse...

Esse filme é um dos meus preferidos tbm!!
Que saudades que deu agora!

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

Sim, são filmes próprios para as sessões familiares da TV ao fim de semana!

Felipe Guimarães disse...

@Raspante, se você é fã de Sessão da Tarde você já deve ter visto! Assiste sim! Quero saber sua opinião!!

João, assiste! Aproveita que existe o DVD!!

O Homem que Sabia Demasiado, falou tudo! Feito para sessões familiares!!

Toni , Le Fou disse...

Não é mal,mas ninguém fala do livro.

Que é muito melhor que o filme.