6 de agosto de 2010

UM SONHO POSSÍVEL- O "lado cego" da sociedade

O que você tá olhando?



A noite do Oscar deste ano foi com certeza uma noite engraçada. Além de Avatar ter perdido o Oscar de Melhor Filme e Diretor (e era considerado o favorito para ambos os prêmios) e tantos outros para um filme de menor orçamento, naquele mesmo dia, ou um dia anterior, não me lembro, a atriz Sandra Bullock ganhou o Framboesa de Ouro de Pior Atriz pelo filme Maluca Paixão. Em 24 horas a atriz conseguiu um recorde: ao mesmo tempo que ganhou o prêmio Framboesa de Pior Atriz ela conseguiu ganhar o prêmio da Academia de Melhor Atriz. E ganhou esse prêmio graças ao filme Um Sonho Possível.

A história do filme é baseada em fatos reais. Nela, Grande Mike é um negro, com uma mãe viciada em drogas, sem casa e sem lugar para ficar, mas que consegue uma escola para estudar. Uma escola cristã. Nessa escola uma mulher branca, cristã e loira, Leigh, ao ver o probre menino na situação que ele está, o hospeda em sua casa e tenta ajeitar a sua vida. Durante o filme Leigh e Mike terão que enfrentar alguns problemas, como estudos, gangues, futebol americano e a aceitação.

Pela primeria vez eu prefiro um título brasileiro do que seu título original. Um Sonho Possível. Por que não? Fala sobre uma pessoa sem sonho e que tem um grande instinto de proteção. Melhor do que The Blind Side, que só faz sentido para quem entende. Os que não entendem provavelmente falarão : "Ah! O filme se chama The Blind Side porque é uma tática/jogada/não sei porque não interessa agora/ alguma coisa de futebol americano. Mas existe um trocadilho (ah!): The Blind Side mostra o "lado cego" da sociedade de aceitar Mike, alguns sem tentar ajudá-lo, outros chamando-o de negro, tratando-o como burro, ou qualquer coisa do tipo. Além disso, Sonho não se foca tanto no futebol americano em si, o que pra mim é um fator bem positivo.


Com certeza é um dos melhores trabalhos da Sandra Bullock (ainda não assisti Crash-No Limite para saber qual é melhor trabalho dela). Mas será mesmo que ela merecia o Oscar? A indicação eu acredito que sim, mas ter ganho é questionável. Afinal, estava bem concorrido o Oscar de Melhor Atriz: Meryl Streep por Julie e Julia, Gabourey Sidibe por Preciosa e Carey Mulligan por Educação eram as principais canditadas à estatueta. Meryl, em minha modesta opinião, deveria ter ganho o Oscar. Porém, sabemos que a Academia gosta de dar Oscar's por todo um "conjunto" de realizações. Lembra quando Moulin Rouge não ganhou o Oscar quando concorreu por Melhor Filme, mas Chicago sim? Foi uma simples desculpa da Academia de não dar um Oscar à um filme de um gênero, antes "morto" e que surgiu do nada. Ah não! Eles não iriam. Mas eles iriam recompensar com o próximo. Neste caso, Bullock ganhou a estatueta por toda a sua carreira e por sua melhor atuação.

Se Preciosa é uma história em busca de esperança, Um Sonho Possível mostra essa esperança de um modo mais light. E claro, adorei a crítica aos cristãos. Quando Leigh, papel de Bullock, acolhe Mike, ela é criticada por todos, até por suas amigas (ou aquele "grupo" de amigas da classe alta norte-americana mostra em vários filme e que se denominam "amigas"). Ela apenas se defende com o seguinte argumento: "Sou uma boa cristã". Ou seja, Leigh mostra que as pessoas de hoje são "falsos" cristãos, que apenas pensam no próprio umbigo ao invés de ajudar ao próximo, lema de morte da Igreja Católica. Sendo assim, Um Sonho Possível não é apenas um drama ao ponto de "querer" que você chore, mas sim um drama para fazer pensar. Então: pense!

2 comentários:

eliza rebello disse...

Meu filme favorito *-* Acho que a Sandra Bullock mereceu ganhar o Oscar, mas eu preferia que a Meryl Streep tivesse ganho também hihi Beijos

Felipe Guimarães disse...

Eliza, Meryl é Meryl né? Não tem comparação!