8 de setembro de 2010

A PEQUENA LOJA DOS HORRORES (1986)- Musicais trash são tão divertidos!

"Olha como sou bonitinha!"

Até minha irmã virou para mim e perguntou durante o filme (por que durante o filme, né?): "Ah não Felipe! Agora decidiu gostar de filme trash?". Logo respondi que não, e uma boa justificativa para isso seria o Tokyo Porrada que vi no primeiro noitão. Oh filme ruim! Mas respondi que pelo menos os que não são levados à sério, como por exemplo Arraste-me para o Inferno, e os musicais, como Rocky Horror Picture Show, são bem divertidos! Desse modo, A Pequena Loja dos Horrores não seria diferentem além de ser um símbolo do que era um filme nos anos 80.

Num belo dia, Seymour encontra uma estranha planta à venda e decide compra-lá e levá-la para a floricultura na qual trabalha e que está à beira da falência. Para tentar atrair consumidores, Seymour coloca a planta, Audrey II (sendo a Audrey I a mulher que Seymour ama), na vitrine. De repente a loja lota de clientes! Mas apenas Seymour sabe a verdade sobre Audrey II: em troca de luxo, fama e dinheiro, a planta se alimenta de sangue e partes humanas. Assim, o tempo começa a passar... passar... passar. Bem, vocês entenderam.

Bem trash, não? E ainda nem comentei que a planta carnívora é uma alienígena e que deseja dominar o mundo! Sem falar nos efeitos! A planta é feita no mesmo estilo que Os Muppets eram feitos (tanto que o diretor de Pequena Loja é Frank Oz, que "deu" vida à Yoda também). Mas claro, assim como Rocky Horror tem seus momentos meio que "parados", Loja também têm quando se foca no romance entre Seymour e Audrey, que na verdade namora um dentista. Mas isso não estraga o filme já que as cenas são bem rápidas.

E falando nesse dentista, sabe quem o interpreta? O Steve Martin! Não o Steve que conheçemos hoje, mas o antigo Steve que atuava muito bem! E que não fez diferente em A Pequena Loja dos Horrores. Na verdade, o papel oferecido é a cara dele! Realmente parece que Martin encarnou o dentista maluco. Já a nossa Audrey, Ellen Greene, não atua nem um pouco bem. Na verdade parece que ela decidiu fazer o filme com anestesia, porque a boca e a língua dela ficam moles! Parece que ela tem algum probleminha na cabeça (a atriz, não a personagem). Mas de todos os seres que temos no filme, a melhor é a planta, que carrega o humor negro e as melhores músicas (e do que mais gosto? Humor negro e boas músicas!).

Se você gosta de musicais e gosta de dar boas risadas, tente achar esta relíquia que é A Pequena Loja dos Horrores! E não falo relíquia porque é um filme que você morre, se for o caso, para tentar achar. Falo que o filme é uma rariedade porque é bem difícil de achar mesmo! E chuta o único lugar no qual eu pude econtar este filme? Só mesmo na 2001. E embora a 2001 seja a deusa dos cinéfilos, também é o Lúcifer dos preços! Cristo do ceú! Catálogo à R$10,50 só de vez em quando mesmo e se for muito bom. Ainda bem que A Pequena Loja dos Horrores foi bom, mesmo passando tão rápido e com vontade de quero mais! E lembrando sempre! Comentem!

5 comentários:

alan raspante. disse...

Vendo esta planta carnívora, Steve Martin e o título, tenho a vaga impressão de já ter visto o filme, mas como não me lembro de nada, fica na impressão mesmo.
Gosto de trash divertidos como os que você já citou, com certeza, gostarei deste.

Vou ver se ao menos consigo baixá-lo!

Abs.

Gui Barreto disse...

E ai Felipe? Td bem?

Gostei do seu blog..os posts são bem divertidos!! Estou te seguindo e te linkei no meu espaço, o 1/3. Se der, apareça por lá...

1terco3.blogspot.com

OBS: Adoro filmes trash, mas ainda não vi essa..valeu pela dica!!

Abrs

FM disse...

Raro mesmo de achar.

Lembro q vi esse filme quando era pequeno, mas nem me lembrava q era musical, só lembrava da planta comendo pessoas.

Até hj não achei à venda em nenhum site e comprei por engano a versão original (chata pra caramba).

Vi uns vídeos no youtube e achei interessante.

Felipe Guimarães disse...

Alan, as probabilidades de você gostar deste filme são bem grandes! Acho que ele passava na sessão da tarde!
Boa sorte em sua busca para baixar!

Gui, obrigado pela sua visita e seja bem vindo! Assim que for possível dou uma passada lá! No momento estou meio ocupado com minha monografia!

FM, quero muito assistir a versão antiga e não-musical! Todo mundo fala que é ruim, mas quero ver o quanto ruim é!

Andrei K. disse...

Ah, não fale assim da Ellen Greene. Eu reparei na boca dela quando vi pela primeira vez, mas a voz dela chega a me arrepiar inteiro! A atuação dela não é tão exímia quanto a do Martin, mas ela conseguiu me passar a pessoa desiludida, fraca e vegetativa que é a Audrey. Mas fora isso, adorei seu texto, eu ADORO musicais (meus favoritos são Rocky horror Show e Loja dos horrores) Infelizmente, é difícil de achar esses clássicos...