9 de outubro de 2010

AFINAL: SERRA OU DILMA?- PARTE 2

E aí meu chapa, preparado para mais uma?


Para ser sincero, eu nem imaginava que poderia existir uma parte 2 sobre essas eleições, mas depois das notícias que saíram essa semana foi praticamente impossível de não escrever sobre o que aconteceu. Sei que muitos de vocês não gostam de política aqui no blog, mas o único jeito de entender a política brasileira (além da corrupção) é entender como que são as disputas entre os futuros presidentes.

Primeiro vamos falar sobre o aborto. Após uma semana mais ou menos da notícia do segundo turno, a Dilma anunciou que era contra o aborto e que agia em "defesa da vida" e em sua campanha agradecia a Deus por ter conseguido chegar aonde chegou. Já o Sr. José Serra sempre defendeu a ideia de que em casos de estupro ou em risco de morte da mãe, o aborto poderia ocorrer. Mas agora ele simplesmente mudou de opinião e decidiu ser também a favor do direito a vida, assim como a sua rival, e que agora ele está "com Deus".

Depois veio a história dos direitos gays. Lembra daquela lei que se você presenciasse dois (duas) homossexuais se beijando e fizesse algum tipo de denúncia para a polícia sobre beijo, ou alguma outra ação do tipo, você era preso? Pois é, pelo visto também querem acabar com essa ideia. De acordo com este dois seres (humanos?) que são candidatos à presidência, a denúncia é um modo de defender a expressão da pessoa sobre o amor gay.

Vocês agora estão entendendo o jogo pessoal? Sempre será um caso de ganhar votos, não importa de que jeito. Qual foi o maior grupo de pessoas que votou na Marina durante as eleições? Os católicos e os evangélicos. Agora, para conseguir o voto destes dois grupos, o Sr. Serra e a Sra. Dilma estão "soltando" propagandas a favor da vida e um monte de blá blá blá. Pelo visto, a antiga frase de que o Estado deve ser laico e separado da Igreja não acontecerá no Brasil. Direitos humanos? Pra que isso? Isso é coisa do passado! Seja um bom ser humano branco, hétero, loiro, cristão, e rezar bastante para que Deus te atenda. Quando falo que o Haiti é aqui ninguém acredita.

3 comentários:

Mirella Santos disse...

Só não voto em branco pq né... é burrice mesmo, mas já percebi que os dois estão ficando propostas iguais e simplesmente ficam mudando suas "opiniões" sobre certos asuntos da noite pro dia, mas o objetivo é voto mesmo, acho que nenhum vai medir esforços até descobrir a fórmula de se ganhar mais eleitores. Abraços

Arlindo Lopes disse...

Felipe!!!

Tudo bem?

Quer dizer que já assistiu a peça?

E aí? Gostou? Pode falar a verdade..rs

Um abraço,

Arlindo.

Felipe Guimarães disse...

Mirella, mas com essa fórmula é quase impossível da Dilma não ganhar. Na verdade, acho que ela ganha de qualquer jeito!

Arlindo! Publicarei um texto amanhã, mas já vou dizendo que gostei bastante da peça! Muito boa! Prefiro bem mais do que o filme que a originou!