20 de outubro de 2010

UM POUCO MAIS DA COLETIVA: AS PARTES PICANTES

Ai Meu Deus! Mais da gente!


Hoje saiu o texto da coletiva de imprensa do A Gaiola das Loucas no Lérias e Lixos e você pode conferir neste link. Porém, algumas partes não foram selecionadas para a publicação. Então, pedi e perguntei se poderia usar algumas das informações que não foram utilizadas e publicar aqui no blog. O sinal verde foi dado e só faltava escrever. Então vamos lá!

Uma das informações foi a pergunta que eu fiz ao Falabella. Perguntei se ele tinha receio de que o conservadorismo paulistano pudesse prejudicar o sucesso do espetáculo. Porém, Miguel respondeu que os tempos são outros e que isso já passou, e acredita que o todos já conhecem o enredo da peça. Engraçado que durante a coletiva, um cara com voz "mole" perguntou algo ao Falabella, porém só deu para ouvir os sussuros: "Bicha", "bicha", "bicha", vindo de várias pessoas presentes e um amigo meu não conhece o enredo. Será que Falabella é inocente, ou ele não conhece o público paulista? Será que ele se esqueceu que além de homossexuais, as "velinhas" são grande parte do público de musicais?

Bem, perguntei também, por curiosidade apenas, se os atores possuíam algum tipo de mania antes de entrar em cena e o Falabela ainda brincou: "Fazemos sexo atrás na coxia". Mas um dos atores revelou que a verdadeira mania é exatamente se focar, se preparar para o musical e para a cena, e claro, fazer bem feito. E para a grande surpresa, uma das atrizes (não me lembro quem) disse que no primeiro ato ela apenas anda pelo palco, mas que começa a rezar. O mais engraçado foi a amiga dela (a diretora) que ficou surpresa. Viu só como podemos conhecer mais sobre nossos colegas?

No final da coletiva houveram duas apresentações. A primeira foi de todas as "loucas" dançando no cabaré, e a segunda foi um dueto de Falabella e Diolo Vilela. Bem, na primeira parte eu já notei: de novo a orquestra é mais ala que a voz dos atores, e colocaram mais alto-falantes! E, descobri que o Diogo Vilela infelizmente não é o escolhido para o papel de Zazá. Ele canta bem, consegue manter o tom, mas a voz dele é muito grossa para o papel! Seria melhor se eles tivessem trocado de papéis, já que o Falabella canta mais "fino". Mas como o Vilela brincou: "ele não queria andar de salto". Bem, resta esperar então até o dia 29 e ver o que acontece!

14 comentários:

Cris disse...

Sério que você fez essas perguntas? UHAUHAUHAUHA
Não conheço esse site que você falou, mas respeito quem escolheu o que colocar no texto!
Conservadorismo paulista? Alô?! Você já ouviu falar em Parada do Orgulho LGBT? Sabe onde é realizada??
Preconceito, infelizmente, existe em qualquer lugar e SP não é um antro dessas pessoas!!
Outra prova de que vc só fala merda!

Felipe Guimarães disse...

Cris, sei muito bem obrigado aonde acontece a Parada Gay. Por acaso você sabe alguma coisa sobre conservadorismo? Você já foi em alguma escola religiosa para saber o que alunos e pais pensam sobre este tema? Sem falar que a maioria de escolar que tem no Brasil são de algum tipo de religião.
Preconceito existe em qualquer lugar, mas em SP é um dos maiores lugares conservadores.

Cris disse...

UHAUHAUHAUHAUHUAHUA sério que vc toma como base o fato de (ao seu ver) "SP ser um dos maiores lugares conservadores" (assim com erro mesmo), uma escola católica??? Sério??? Eu estudei em uma escola católica e não sou assim, você já reparou em quantas escolas existem em SP e em qnts são católicas???
O que vc falou só me prova, que você só fala merda!
P.S: O certo é onde, não aonde...

Felipe Guimarães disse...

Cris, você não mostra nenhum tipo de dado e fica falando só por falar. Não é por causa da minha escola, são de outros lugares também. Eu tenho contato com várias pessoas conservadoras, de várias idades diferentes, incluindo jovens. Na coletiva um monte de gente chamou o jornalista de bicha e isso pode acontecer em qualquer lugar, mas ocorreu.
Estou te mostrando um dado de assassinatos. Veja e depois comente novamente, ao invés de falar que "só falo" merda:


http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2006/06/356598.shtml

Cris disse...

Assassinatos!! meu amigo você é meio extremista né...Eu já te mostrei um dado A PARADA...quer outro? O número de homossexuais que vivem em SP..
Existem pessoas conservadoras aqui em sampa sim, como em qualquer lugar, mas nem de longe somos uma das cidades mais conservadoras do país...
Vou para a discussão pq vc além de ficar putinho, tem muito pouco o que falar
abs

Felipe Guimarães disse...

Pois é Cris, vou te dar outro dado: 64% dos brasileiros são católicos, sem falar das outras religiões que também não aceitam homossexuais. A parada possui muitas pessoas mas NÃO É SP! Não é A maior cidade conservadora do país, estas que estão localizadas mais ao sul, porém ainda é UMA DAS cidades mais conservadoras. E lá vai o link. Se você não quer falar tudo bem, mas mostrei dados e o que penso, ao contrário de você que só falou. E mais uma coisa: a maioria das pessoas idosas são conservadoras e são o maior público de musical, e foi isto o que eu disse no texto. Fica a dica!

http://datafolha.folha.uol.com.br/po/ver_po.php?session=447

Cris disse...

Tá vou falar o que eu penso: MERDA PURA!!!!

Júlio disse...

Nossa, olha essa discussão. Pq vc tem um blog se não aceita que as pessoas divergem de vc? Deixa a menina falar poxa.
Cara a mina tá com a razão, não enche o saco!
E que perguntinhas, hein!

Felipe Guimarães disse...

Que bom que você admitiu Cris. Bjos!

Felipe Guimarães disse...

Júlio, foi a opinião dela e está aí, aberta para o público, assim como a sua! Não deletei nem nada!

Arthur disse...

Gente, independente do que eu penso, se concordo ou discordo do Felipe, não acho que seja muito legal alguém entrar no seu blog e dizer que vc só fala merda e te agredir gratuitamente... Se vc acha que ele só fala merda, o que ainda tá fazendo aqui? Pare de perder seu tempo e não leia mais as "merdas" que ele escreve, né?
Outra coisa, ele deixou ela se expressar, mas estão discutindo(no melhor sentido da palavra) um ponto. Acho isso bem positivo, quando um não ataca o outro, como ela desde o início fez. O Felipe só defendeu o ponto de vista dele, enquanto ela escrevia agressivamente contra ele e não contra o que ele pensa.
E agora sobre minha opinião.
Eu acho que SP, e até mesmo o Rio, são duas cidades com muita gente conservadora. Por sua importância, ambas abrigam muita gente e como morador do Rio que já esteve muito em SP, posso dizer que conheço muita gente que não aceita gay mesmo. Também estudei em colégio católico a vida toda e eles são realmente muito chatos com essa questão.
Tudo bem que a Parada é em SP, mas ela é muito nacional pra vc dizer que toda aquela beezada mora em SP... hehehehe
E ainda digo mais, o BRASIL é um país ainda muito conservador. Não só em matéria de sexualidade, mas em todos os assuntos.
Na Europa o pessoal pode até ser beeeem mais frio nas relações sociais(coisa que não tenho mais tanta certeza, devido a histórias que venho ouvindo), mas pelo menos tem a cabeça bem mais aberta à coisas novas do que nós do Brasil.
Eu não consigo entender pq condenar algo que não te afeta. Gente que é segura de sua própria sexualidade não tem problema nenhum com sexualidade diferente da sua. Se vc tem problema, é pq não é totalmente seguro. Reflita. hahahaha

FM disse...

"O Felipe só defendeu o ponto de vista dele, enquanto ela escrevia agressivamente contra ele e não contra o que ele pensa." [2]

Não posso opinar nessa discussão pois não conheço SP.

No Rio eu não vejo conservadorismo em relação a isso. É bem comum vermos casais homossexuais caminhando pela cidade, frequentando bares, se beijando em público sem nenhuma "reação estranha" de quem está por perto.

Enfim. Reclamaram do Felipe não respeitar as opiniões alheias, mas forma vcs que chegaram com pedras nas mãos pelo que ele
disse.

Anônimo disse...

que ótimo.. houve tantas perguntas entao..uau..cooL...eu vi a versao britanica qdo estreou ha quase 2 anos.. lá era meio cabaret teatro- inclusive com mesinhas/cadeiras a beira do palco para plateia..os atores eram supercantores..vozes perfeitas.. e a graça era a empregada e as zilhoes de travas e drags que embalam espetaculo..pena só 2 musicas sao "marcantes"(ao menos em ingles)... Miro M.

Felipe Guimarães disse...

Arthur, obrigado pelo seu comentário! Ainda não sei porque as pessoas que não gostam continuam aqui! E ainda mais sem falar nada com nada.
Então, conheço apenas SP e nem tinha pensando na Parada Gay como um movimento nacional. Para ser sincero, hj vejo a Parada Gay apenas como uma festa. Seria melhor, e mais importante, se houvesses discursos e incentivos deles para os direitos gays. Aproveitar a Parada e fazer uma passeata!
"Gente que é segura de sua própria sexualidade não tem problema nenhum com sexualidade diferente da sua. Se vc tem problema, é pq não é totalmente seguro. Reflita". Adorei!

FM, pois é, viu que estou sendo atacado de novo? O povo ataca a pessoa e não o pensamento. Ainda bem que já estou acostumado com isso! Então,SP tem bares e locais com grande público gay, mas mesmo que está ao redor, olha feio, sem falar que tem gente que bate nos homossexuais quando estão sozinhos.

Miro, obrigado pela paciência e ter passado por aqui!Eu adorei "I Am What I Am", claro, com a nova versão de 2010. Pra mim o ator possui a melhor voz para Zazá!! Ainda mais no final!!