9 de dezembro de 2010

KIARA SASSO ARRASA EM "MAMMA MIA!"

A nossa dancing queen!

Lembra quando eu falei para vocês que eu não tinha assistido Mamma Mia! pela primeira vez com a protagonista original, a grande Kiara Sasso? Pois é, ontem eu assisti novamente ao espetáculo (dessa vez pelo menos estava mais cheio de gente de meia idade do que as velinhas mal educadas), e dessa vez "ela estava lá". Mas antes, só para vocês verem como sou zicado: na primeira vez que fui ver Despertar foi cancelado por causa da chuva. Da primeira vez que fui ver Mamma Mia! a Kiara estava doente. Da segunda vez que fui assistir Mamma Mia! deu problema no som. Zicado? Eu? Imagina! Mas vamos ao texto.

Para tudo tem preferência. Já começo por aqui. Da primeira vez que fui assistir ao espetáculo, a atriz que encarnou a protagonista foi a Heloísa de Palma, que fez também a Penny em Hairspray e a Chapéuzinho Vermelho em Into The Woods (Era Uma Vez). Para quem gosta de uma voz mais aguda e uma comédia mais escrachada, provavelemente gostarão mais da Heloísa. Mas quem prefere uma voz que consiga atingir notas maiores e com um tom mais grave, como eu, provavelmente vão gostar mais da Kiara. Depois de sua peronagem tão apagada em O Médico e o Monstro, Kiara arrasa em Mamma Mia!

Além de tudo isso, vemos claramente uma evolução na carreira da atriz. Já se foi o tempo em que ela era a Bela de A Bela e a Fera de 2002 ("eu estava lá"), a Christine de O Fantasma da Ópera, Ellen de Miss Saigon, a nossa Noviça Rebelde, entre tantos outros papéis em que ela tenha sido uma menina tão boazinha. Agora Kiara enfrenta um dos seus papéis mais adultos e o encarna muito bem. Imagine a nossa Bela falando de ejaculação e maconha? Com certeza um de seus papéis mais adultos.

Mas como nem tudo é um mar de rosas (opa, musical errado), a possibilidade de ver o talento de Kiara Sasso, como de outros atores, como Saulo Vasconcelos, Thiago Machado, Andrezza Massei, Rachel Ripani, entre outros, é mais do que difícil com o preço que estão cobrando com o ingresso. Como eu disse antes, o que era para ser diversão e entretenimento, acaba se tornando uma facada nas costas! Mas basta ir uma vez para saber que o elenco brasileiro não deve nada a qualquer outro elenco internacional. Money, Money, Money, Voulez-Vous, Olha Bem Pra Mim e E Tudo ao Vencedor são as melhores cenas do espetáculo.

Nenhum comentário: