18 de janeiro de 2011

CINDERELA EM PARIS- O mais fraco Hepburn

Nem minha Audrey se salvou...

estou até sentindo a "onda" de fãs da Audrey Hepburn vindo com tochas e machados para me matar. Até eu não acredito no que escrevi nesse texto! Vocês sabem: eu amo a Audrey. Adorei sua interpretação em My Fair Lady e amei sua Bonequinha de Luxo. Mas Cinderela em Paris é seu filme mais fraco que vi até agora, tanto em questão de atuação quanto roteiro. E isso nem é uma surpresa, já que o filme é do mesmo diretor que fez O Pequeno Príncipe.


A história é sobre a editora da revista Quality, Maggie, e seu fotógrafo, Dick, buscando por um novo estilo para a revista, um novo rosto. Durante uma sessão de fotos numa livraria, Dick e Maggie encontram Jo, a recepcionista com charme, encanto e um rosto engraçado (Daí vem o título original do filme, Funny Face). Assim, Dick e Maggie escolhem Jo para ser o novo rosto da revista. Embora não goste da ideia, Jo aceita a proposta só para ir à Paris encontrar seu filósofo favorito.


A história é bem morna e para piorar as músicas e nem o filme decolam. Fica num clima parado como se nada estivesse avançando. A cena de Bonjour, Paris! poderia ter sido muito boa, mas acabou ficando estragada. Na verdade, a maioria das cenas musicais do filme estão estragadas, assim como seus atores. Do elenco, a única que eu salvaria é a Maggie, interpretada pela Kay Thompson. Fred Astaire está como sempre e Audrey faz um dos seus papéis mais inocentes, mas mesmo assim não consegue trazer afeição ao público (pelo menos pra mim e para minha irmã) como em seus outros filmes.



Embora todas essas falhas, Cinderela em Paris consegue ter em apenas um único momento uma das fotografias mais interessantes do cinema, uma mistura da pop art com a própria sétima arte. Pena que isso dure apenas alguns minutos e não possa salvar o filme da sua falta de números musicais e roteiro, ou melhor dizendo, pela sua falta de assunto. Cinderela em Paris é um filme bem morno, quase frio. Não decola e nem afunda.

2 comentários:

Kahlil Affonso disse...

nossa eu adorava esse filme qdo criança...

http://filme-do-dia.blogspot.com/

Felipe Guimarães disse...

Kahlil, vc assistiu esse filme quando era criança??