6 de janeiro de 2011

SEX AND THE CITY 2- Digno de um Framboesa de Ouro

Pode mostrar esse dedo que não vou mudar de opinião...

Não me entendam mal. Eu adoro Sex And The City. Nunca aluguei a série na locadora porque meus pais não deixavam, mas assistia sempre que passava na Tv. Imagine se eles decidissem descobrir o que é True Blood? Me colocariam numa colégio interno católico, mas graças a Deus já me formei e eles entendem muito bem do que eu gosto (meu pai nem tanto, mas ainda está aprendendo). Mas voltando ao assunto, o primeiro filme foi divertido e tudo o mais, mas esse daqui... Meu Deus! Eu juro, mataram a série com esse filme!

A história continua a mesma, com pequenas mudanças. Carrie agora está casada com Big, mas ainda ama moda e NY como sempre. Charlotte agora possui uma babá, mas ainda ama sua família, que é o que mais desejava na vida. Miranda está trabalhando como sempre, mas seu novo chefe está atrapalhando sua vida. E Samantha... Bem, vocês sabem o que passa pela cabeça daquela sex machine. Mas dessa vez, Samantha consegue uma viagem com tudo pago para suas amigas para o "Novo Oriente".

Bem, se nos primeiro filme já víamos um problema de assunto, nesse então é gritante. O cenário é outro, não é NY. Simplesmente não tem o que se fazer com as quatro amigas além de colocá-las em situações constrangedoras ou de simples prazer. E a cena do karaokê? Desnecessária, assim como a cena do deserto. Na verdade, todo o filme é desnecessário. Afinal, o maior alarde do filme todo é um beijo! Estamos falando de Sex And The City pelo amor!

E dessa vez tudo é exagerado. A maquiagem de Sarah Jessica Parker é tão medonha que em certos momentos é fácil se confundir com um homem (o olho então! Do nada decidiu saltar pra fora!). A comédia que antes era engraçada e inteligente se tornou numa comédia romântica escrachada dos EUA da pior qualidade. A atuação de Kim Cattrall e Cynthia Nixon não salvam o filme do caos.

Bem, como vocês perceberam, eu não recomendo e nem morto o novo filme de Sex And The City. O primeiro é com certeza melhor. Esse é praticamente um filme porco que decidiram lançar apenas para fazer mais dinheiro. A participação de Liza Minneli infelizmente é decadente. A atriz chegou ao fundo do poço. Se para Gene Kelly o colapso é Xanadu, para Minneli Sex And The City 2 é o caos completo de uma carreira grandiosa.

5 comentários:

Diego Lanza disse...

hahahahaha, concordo em gêneto, número e grau. Esse segundo filme é tosco, e todas as outras amigas, se não a Carrie, são subaproveitadas. É um filme ridículo, vergonhoso. Sai com 'vergonha alheia' do cinema, qnd vi. Muito ruim e mt longo, e totalmente denecessário. Mas sabe o que o pior do filme? A cena das Mulheres mostrando o q há embaixo da burca. Rídiculo aquilo e nada mais do q mais uma mostra do etnocentrismo americano! PODRE.

Self-Taught disse...

Desejo-lhe um excelente domingo e muito obrigado pelo apoio, quero convidar seus leitores para visitar meu blog está na lista do blogroll TOUR GUIDE e acessem um forte abraço a todos.

Mirella Santos disse...

Eu realmente prefiro não comentar ou entrar em detalhes. Acho que quando falei desse filem no blog eu devo ter falado bem, eu devia estar drogada ou algo assim. Eu nunca vi a série, pq acho que vivo numa bolha, mas eu sei que esse filme beira o ridículo muuitas vezes.

FM disse...

Ainda bem q nunca assiste um capítulo dessa série, nem nenhum filme.

Felipe Guimarães disse...

Diego, muita vergonha! Eu nem acreditei que estava vendo Sex & The City! Parecia uma comédia romântica banal!

Self-Taught, estão todos convidados!

Mirella, beira extremamente ao ridículo! Assista a série que vale a pena!

FM, a série é boa (foi ela que deu um start no sexo no início do século), mas esse filme...