21 de março de 2011

FALA, RECLAMA E ESTOURA

Vocês também têm problema?


Se ele, Deus, existe, esse me deu um dom que para ele pode ser magnífico, mas pra mim é um porre. Esse dom é nada mais e nada menos do que pessoas ao me redor que não param de falar. Falar durante 10 minutos espalhados pelas aulas é normal, pois também o faço. Mas falar durante as seis aulas durante os cinco dias da semana que temos é um saco pra quem fica ouvindo (Dica: eu! Eu não quero saber se você terminou, se seu ciclo menstrual tá atrasado, se você comeu uma "mina" no drive-in, não importa!). Mas sexta passada se superou. Um trio de meninas, a Fala, a Reclama e a Estoura sentaram perto de mim e era quase tudo a mesma coisa. A Fala é meio óbvio: não calava a boca. A Reclama também é evidente: reclamava de tudo que o professor ensinava, já que estamos vendo as bases de cada matéria. E a estoura finalizava todo o ciclo: ela estourava a bola de chiclete. Então era assim:

Na sala de aula


Fala - Nossa! Você viu o que aconteceu ontem? Tipo, um menino veio dar em cima de mim e tipo eu fiquei tipo WTF?

(Professor fala alguma coisa)

Reclama - Nossa! Por que ele tá dando aula disso? Ninguém é burro aqui.

PAH!

Estoura explodi sua bola de chiclete.

Era um timming fodido de perfeito e irritante. Sei que é falta de educação, mas a vontade que eu tinha de mandar a "Estoura" pegar aquele chiclete e enfiar no cu era muito grande. Será que a pessoa realmente não percebe que está dentro de uma sala de aula com mais 150 pessoas? Bom, só sei que consegui me aguentar e não reclamar para ser conhecido como o "chato-nerd". Vamos ver como essa semana vai passar...

Um comentário:

Jovem Cristão disse...

Sei bem o que é isso cara, tem pessoas que realmente nasceram somente para falar, falar, falar, mas tenha certeza de uma coisa, no futuro essas meninas vão ser operaoras de telemarketing, e o talento de falar muito delas, vai ser recompensado kkkk