18 de abril de 2011

O PREJUÍZO DA PIRATARIA

Isso vai afetar meu rum?


Não pessoal, não vou começar uma propaganda antipirataria por aqui (aliás, propagandas antipirataria são horríveis. "Posso dar o troco em bala?". Quem que fez esse lixo!?). Mas voltando: quase não farei isso. Para vocês terem uma ideia, aproximadamente 45% dos brasileiros compram DVD's piratas, causando um prejuízo de aproximadamente 1, 6 bilhão de reais para a indústria cinematográfica nacional (e isso apenas de venda de DVD's em lugares físicos, sem considerar downloads pela internet). Chocados? Me too baby, me too.


Sempre defendi dois modos de pirataria: o primeiro é aquele em que o filme está demorando muito para chegar aos cinemas brasileiros, algo em torno de 2 meses, e você quer muito assistir, como foi o caso de muitas pessoas com a demora do lançamento de Cisne Negro. Mas o meu lema sempre foi: "Gostou do filme? Então agora vá assisti-lo no cinema". O segundo são os filmes que nunca chegam aqui - e que nem preciso falar que são muitos - e é mais do que certo baixar - na minha visão. Cabaret, por exemplo, nunca teve uma versão nacional do DVD e a mídia importada custa 80 reais (imagine o quanto disso não é imposto que deveria estar fiscalizando a pirataria e investindo no cinema brasileiro. Bastante, acredite!).


De resto, não concordo com nenhum, além do doméstico. Se existe um DVD do filme você compra ou aluga. Se estiver muito caro, faça uma cópia e depois compre o original, sei lá. Só sei que: imagine se alguém pudesse copiar seu trabalho e sair distribuindo-o pelas ruas? Acho, só acho, que você não ficaria muito feliz com o que está acontecendo. Agora finja que você decidiu se tornar numa/num cineasta. Caiu a ficha, não?


"Ah, mas você quer que eu pare do nada?". Olha, se isso é um vício pra você, vai diminuindo aos poucos. Sei da falta da fiscalização (é triste ver policiais comprando DVD's piratas na Av. Paulista ao invés de fiscalizá-los) e do alto valor do ingresso do cinema, principalmente para pessoas que pagam inteira e que pretendem levar a toda a família. Mas é sempre assim: evite. É o trabalho de outro que está sendo prejudicado - e no futuro, espero - o meu também. Você gostaria que o seu trabalho fosse pirateado? I don't think so. Sei que esse é um assumto delicado, mas essa é a minha opinião.

3 comentários:

Kahlil Affonso disse...

Sou colecionador de DVD's e faço questão de fazer com que pessoas próximas a mim não comprem DVD pirata. Ás vezes as distribuidoras exageram nos preços, mas sempre depois de algum tempo os preços caem consideravelmente! Normalmente com títulos lançamento que eu gosto, eu alugo e faço cópia para depois comprar o original quando o preço estiver mais acessível!

http://filme-do-dia.blogspot.com/

Luciano Carneiro disse...

DVD's já custaram R$ 40,00, hoje se encontra facilmente por R$ 12,00, no máximo R$ 20,00, com raras exceções. Não há mais desculpa: DVD, só original!

FM disse...

Espero o preço de lançamento cair, mas só compro DVD original.

Mas as séries, confesso q ainda baixo todas da net.