26 de setembro de 2011

UM NOVO DESPERTAR - Será uma esperança para Mel Gibson?

Brilho e ofusco. Que dilema!


Preconceituoso e agressor: esse é Mel Gibson fora das câmeras e dentro dos "bastidores da vida". Não é à toa que o ator é mal visto tanto pela crítica quando pelo público nos dias de hoje. Um dia na 2001 (acho que foi na sexta-feira), um cliente não quis locar o filme só porque Gibson estava presente nele. É uma pena, pois Um Novo Despertar é um filme muito bom e que foi ofuscado por causa do ator, mas que sem ele também não seria o que é.

A história é sobre um homem chamado Walter Black. Black está deprimido e não sabe mais o que fazer de sua vida. Numa tentativa de suicídio, ele apenas piora sua situação ficando ainda mais louco, decidindo assim usar um castor que usou no lixo como uma forma de lidar com seu psicológico (eis o sentido do título do filme em inglês: The Beaver). Assim, Black consegue reerguer sua vida com a família e com o trabalho, mas apenas com o fantoche em sua mão.

O título brasileiro nem ajuda e nem atrapalha. É clichê, mas não daria para colocar como título O Castor. É um filme que poucas pessoas pegam por se interessarem apenas pela sinopse. Primeiro por causa de Gibson e segundo porque o filme ganhou a fama de ser o "filme do castor". Mas por incrível que pareça é um bom filme. É a primeira direção que vejo da Jodie Foster e fiquei muito satisfeito com o resultado e infeliz com a repercussão que o filme ganhou do público e da crítica.

Podem falar mal do Mel Gibson por ser tudo aquilo pelo que ele é chamado, mas ainda é um grande ator em cena. Quando assisti Avenida Q aqui em São Paulo -- com o elenco original -- vi como era um trabalho difícil para o ator conciliar a sua atuação com o a do boneco, para que assim ambos transmitissem o sentimento certo na hora certa. E Gibson conseguiu fazer isso com maestria e não podemos negar. Em cena ele é um ator e é isso que temos que avaliar nesse momento.

O restante do elenco é muito bom. Foster, além de atuar muito bem -- mesmo tendo uma personagem com pouca influência na obra -- consegue dirigir com muito eficácia seus atores coadjuvantes. Jennifer Lawrence mostra novamente que é uma das promessas do cinema norte-americano (para quem não sabe, ela é a atriz indicada por Inverno da Alma e a Mística de X-Men: Primeira Classe). Anton Yelchin tem apenas 22 anos, mas mostra que pode ser um grande ator, mas somente se for se dedicar.

Portanto, gostei de Um novo Despertar (e minha irmã também, o que foi um grande alívio para mim). É curto (chega de filme "enrolantes" de 2 horas!), diz o que quer, possui um toque de non-sense e têm belos atores em cena. Agora, será esse um novo despertar para Mel Gibson? Acho difícil, mesmo com o ator brilhando em cena. Mas para Foster e os outros atores, com certeza é mais um novo despertar.

250 MIL VISITAS E TRABALHO


Olá, pessoal! Primeiro: obrigado por estarem comigo até hoje! Sei que o blog está lento e que estou comprometido à escrever para outros lugares e acabo esquecendo do blog e sinto muito por isso. Segundo: chegamos às 250 mil visitas! E em breve o blog completará três anos e nem posso descrever como minha vida mudou graças à ele. Primeiro: Lérias. Segundo: Blog do Folhateen. E agora consegui um trabalho na locadora 2001! Sei que não é o melhor momento, mas quem me segue no twitter sabe porque eu procurei emprego. Em breve deixarei uma postagem sobre um filme para vocês. Beijos e abraços! Espero vocês por aqui!

11 de setembro de 2011

11/09... E O 07/09?



Senta lá D. Pedro.


Onze de setembro. Quem pode esquecer? Aliás, como a mídia pode nos fazer esquecer? Jornais dos mais diversos bombardearam seus leitores e telespectadores com imagens, homenagens, novidades e declarações de líderes dos mais diversos países sobre o atentado de 2001. Na verdade, acho estranho e ridículo alguns sites colocarem "Comemoração do 11/09". Comemorar o que? A morte de várias pessoas? Os EUA combatendo o terrorismo? Espera um pouco. Espera. Vamos refletir um pouco?


Um pouco de história: quem que apoiou o Saddam Hussein na guerra Irã-Iraque? Os EUA. E o Saddam, pouco esperto, decidiu se expandir pelo Oriente Médio e os EUA tiveram que consertar a cagada que fizeram. E então: 11/09. Os EUA está nessa guerra porque ele se meteu em algo que não deveria. Forneceu armas ao Iraque e para o Bin Laden. Então, quando vejo a Dilma oferecendo apoio aos EUA eu penso: "ela sabe mesmo onde está se metendo?". É melhor o Brasil estar afastado desses problemas. Militares brasileiros na Ásia? Sinto, se houvesse algo do tipo, me tornaria hippie. Não lutarei numa guerra que não é minha. Aliás, guerra desse tipo, como a do Vietnã também, são guerras pelas quais não fazem sentido lutar por ser uma simples questão política burocrática. E os norte-americanos criticando o Obama pela crise e pela guerra, sendo que na verdade tudo isso é culpa do nazi-Bush?


E a comemoração da nossa independência no dia sete de setembro? Passeatas em várias capitais do Brasil querendo o fim da corrupção de Brasília, dos políticos, apoiando a cultura, a educação, a saúde, etc. O que a mídia fez? Quase nem mencionou os acontecimentos só para falar dos dez anos do atentado. Sei que se passaram dez anos, que foi uma das catástrofes do mundo ocidental, mas vamos parar um pouco de nos focar tanto nos problemas de outros países por causa da nossa mídia sensacionalista estrangeira e nos preocupar a combater um pouco mais com os problemas do nosso país  Se a mídia não vai olhar para nós, ninguém irá, só se for para falar de Copa do Mundo ou Olimpíadas.

9 de setembro de 2011

A SITUAÇÃO DO BELAS ARTES


Olhem o estado do cinema após o fechamento


Se você quer uma prova da burocracia estúpida do nosso país, ou apenas do estado de São Paulo, é só olhar para o cinema Belas Artes, consagrado cinema perto da Av. Paulista. Sabe o que o cinema se tornou? Numa casa de mendigos. Pixado e sem cuidado algum, o cinema está às moscas e os mendigos aproveitaram para dormir ali, ainda mais que eles sabem que ninguém vai encher o saco. É uma triste realidade do nosso governo estadual fraco. Sim Kassab, você não é nota 10. Sinto lhe dizer.

1 de setembro de 2011

POSTAGENS DE OUTROS SITES 2 e 1/2

São duas postagens que saíram hoje e que vou deixar por aqui, sendo uma delas do musical As Bruxas de Eastwick. Então, vamos lá!