11 de outubro de 2015

MESMO COM FRAGILIDADE, GAMEFLY STREAMING CHEGA AO BRASIL PARA FICAR



Vocês se lembram quando eu falei que a Playstation Now foi um grande acerto da Sony (clique aqui para ler a postagem)? Pois é, não retiro nada do que disse nessa postagem: esta nova geração precisa pensar em streaming. Netflix e Spotify já são referências hoje para filmes/séries e música, respectivamente. Mas e games? Acredito que ainda não se estabeleceu de forma definitiva uma empresa que esteja se destacando ao oferecer este tipo de serviço para diversos aparelhos (celular, tv, console, tablets, entre outros), mas algumas já começaram a mexer os pauzinhos. A Sony, com o Playstation Now, está demorando demais para expandir o serviço ao redor do mundo, inclusive para o Brasil. Eis que, de forma inusitada, a Samsung surge com a parceria com a Gamefly e chegam ao Brasil com o Gamefly streaming.

Antes de mais nada, eu preciso explicar como que descobri que essa bagaça existia: descobri pela internet, simples assim. Se não me engano vi uma notícia que vinha junto com o comercial do Gabriel Medina (o famoso surfista) anunciando o serviço para os televisores da Samsung. Contudo, eu pensava que não poderia ter acesso ao serviço, já que apenas algumas Smart TV's específicas da Samsung são capazes de oferecer o Gamefly no Brasil, e pensei que a minha estava de fora dessa lista. Ligando a TV ontem, verifiquei que ela tinha sido atualizada e que o aplicativo estava disponível para download e baixei na hora.

Para iniciar o aplicativo já tive um primeiro problema: por causa da nossa conexão aqui no Brasil não ser muito eficiente (claro, generalizando as operadoras aqui presente e a velocidade que elas nos oferecem), tive que esperar um dia para encontrar e conectar o cabo da internet na televisão para melhorar a velocidade. Depois disso, o serviço aceitou a velocidade da minha internet e iniciou normalmente. Mas aí surgiu o segundo problema: tinha que ter um controle compatível. Ok, pensei: "Nossa, não deve ser caro um controle compatível". No final das contas tive que pagar cem reais por um controle de Xbox 360 com fio (wireless não funciona), já que o do PS4 não tem compatibilidade, e detalhe: era um dos mais baratos da lista de controles homologados da Samsung. Só depois disso tudo é que tudo começou a andar, mas mais ou menos.

Vou explicar para vocês de forma extremamente rápida como funciona: ao ter o controle compatível e a internet com a velocidade necessária, você terá acesso à biblioteca de jogos do Gamefly, podendo jogar dez minutos de cada jogo sem custo algum. Após o tempo expirar, você precisa assinar um dos pacotes de assinatura mensal disponíveis (que possuem valores compatíveis com o mercado de sobra). Pelo que testei até agora, jogar no Gamefly é muito bom. Os gráficos e o áudio estão em boa qualidade (720p, considerando que é tudo feito pela televisão), similar com a de um PS3 e Xbox 360 (no momento os jogos são da geração passada, o que é normal quando lembramos da chegada da Netflix ao Brasil). Assim, o Gamefly está cumprindo aquilo que prometeu e o serviço em si é de qualidade.

Porém, até conseguir chegar na parte de jogar é quase um parto, como vocês puderam notar. O aplicativo do Gamefly para a televisão ainda é muito rudimentar, tendo apenas a lista de jogos disponíveis e sem qualquer "Minha Conta", "Como funciona", "Assinaturas", "Pesquisa" com ícones visíveis de forma fácil para o usuário utilizar o aplicativo. Não, você tem que ir caçando. E nem o Gamefly e nem a Samsung (contando que é uma parceria) oferecem para os consumidores um site digno para poder se informar. O site da Gamefly só tem a versão norte-americana e a Samsung apenas mostra em seus sites os pacotes que existem, qual a proposta do serviço e a lista de jogos, sem qualquer preocupação em ensinar com um guia básico como que funciona o serviço até o momento de poder começar a jogar. É um descuidado gritante para uma empresa como a Samsung ao lançar este tipo de serviço, oferecendo para nós algo tão inovador e que dá aos gamers vontade de experimentar a novidade e, ao final, fazer com que a experiência seja algo impaciente demais, demorado e nada prático.

Claro, ainda tem muito chão pela frente, já que o serviço foi lançado em Agosto e, querendo ou não, é mérito da Samsung e do Gamefly: eles chegaram ao Brasil antes da Sony começar a fazer alguma coisa com a Playstation Now e está demorando muito para a Sony tomar atitudes com as suas atividades no Brasil (chegada do PS4 é um exemplo claro, chegando no pior momento possível de uma crise econômica). E é evidente: ainda tem muito arroz e feijão para o Gamefly e a Samsung conseguirem ter corpo para começar a cutucar a Sony, mas essa cutucada já está dando início. É só a Samsung e o Gamefly correrem para melhorar e aperfeiçoar o que pode ser um grande atrativo para as Smart TVs para os próximos anos. Tem gente que fala que os próximos consoles não existirão e que tudo passará a ser por streaming. Disso eu ainda não sei, mas que há mudanças ninguém pode negar, e quem não quiser enxergar acabará ficando para trás.

5 comentários:

Renata disse...

Olá! Onde faço a assinatura mensal? Sabe me informar? Obrigada

Felipe Gonçalves Guimarães disse...

Olá Renata, tudo bem? Esta assinatura você realiza ao acessar o aplicativo Gamefly pela televisão Samsung, desde que esta seja compatível com o aplicativo. No aplicativo você realiza a assinatura mensal.

Wilson Assis de Souza disse...

E para cancelar a assinatura mensal?

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcinho Silva disse...

O controle com fio compativel soh pode ser original ou similar tb funciona?